CMC concede apoios financeiros e logísticos a associações e instituições

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, assinou hoje, na Sala de Sessões dos Paços do Município, a atribuição de subsídios financeiros – que perfazem um montante global de 49.500 euros – além de apoios logísticos a associações e instituições. A saber: Associação de Moradores do Bairro do Ingote; Clube de Comunicação Social de Coimbra; Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Ameal; Associação de Patinagem de Coimbra e Associação Nacional de Clubes de Patinagem; e ANIP – Associação Nacional de Intervenção Precoce e Coimbra em Transição – Associação Sócio-Cultural e Ambiental.

“Boa sorte para o vosso trabalho que é relevante para a nossa comunidade de vizinhos”, afirmou Manuel Machado, que agradeceu a presença de todos. O presidente da CMC deu conta, de seguida, que a celebração de alguns destes protocolos de colaboração coloca um ponto final em questões antigas, “como é o caso do Ingote, mas finalmente resolveram-se as coisas”, recordando ainda que os acordos foram aprovados, por unanimidade, nas diversas reuniões do executivo camarário nas quais foram discutidos, sendo, por isso, “um ato de confiança recíproca”.

Manuel Machado destacou o protocolo assinado com a Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Ameal, que prevê o avanço de obras de recuperação de bens patrimoniais e com interesse histórico da Igreja Paroquial, nomeadamente a intervenção de conservação e restauro dos dois retábulos existentes naquele templo.

Já a proposta de homenagem “ao Dr. Fernando Luís Mendes Silva, um grande homem de Coimbra, que deu muito para aquilo que hoje a nossa cidade é” vai ser desenvolvida pelo Clube de Comunicação Social de Coimbra, com o apoio da CMC, e foi também enaltecida por Manuel Machado.

O autarca salientou o facto da assinatura destes acordos ter sido feita atempadamente, já que, nos termos da lei, dentro de alguns dias, “as Câmaras Municipais ficam num período de interdição da tomada de determinado tipo de decisões, que faz parte das regras democráticas”. Manuel Machado concluiu que “o apoio financeiro está cabimentado e espero que dentro de dias as dotações atribuídas sejam transferidas para honrar o nosso compromisso”.

No âmbito desportivo, foi assinado um contrato-programa com a Associação de Patinagem de Coimbra (APC) e a Associação Nacional de Clubes de Patinagem (ANCP), que prevê a atribuição de um apoio financeiro à APC, no valor de 25.000 euros, que permita assegurar a realização da 2.ª Edição da Elite Cup em Hóquei em Patins, entre os dias 5 a 7 de outubro de 2017, no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia, que será disponibilizado pela autarquia.

O valor destina-se à logística inerente à organização do evento, ao pagamento de prémios às duplas de arbitragem, à responsabilidade pela gestão de entradas (a verba apurada reverterá posteriormente a favor de uma IPSS à escolha da APC), à divulgação do evento, ao transporte das equipas e ao alojamento e alimentação dos participantes durante os dias do evento.

Por seu turno, o contrato-programa de comparticipação financeira à Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Ameal, que prevê a concessão de um apoio de 20 mil euros, foi aprovado, por unanimidade, no início deste mês pelo executivo da CMC. O montante servirá como comparticipação das obras de recuperação de bens patrimoniais e com interesse histórico da Igreja Paroquial, nomeadamente a intervenção de conservação e restauro do Retábulo Mor e do Retábulo de N. Sr.ª de Fátima, existentes naquele templo, de estilo neoclássico e em muito mau estado de conservação. Os retábulos terão de ser restaurados por especialistas na área, respeitando a autenticidade dos materiais, com técnicas, produtos e materiais limitados e selecionados.

Já o protocolo assinado com a Associação de Moradores do Bairro do Ingote (AMBI) prevê que o Município apoie o plano de atividades desta associação, mediante a atribuição de um subsídio no montante de 2000 euros, destinado à gestão do Parque Infantil. Por seu turno, a AMBI compromete-se a manter o Parque Infantil em funcionamento diário, efetuar a limpeza do espaço, dinamizar atividades lúdico-recreativas e garantir a vigilância e verificação do estado dos equipamentos, comunicando à CMC eventuais situações danosas e prejudiciais à normal fruição do Parque.

Por sua vez, o Clube de Comunicação Social de Coimbra irá editar um livro de homenagem que contribuirá para perpetuar a memória de Mendes Silva, cidadão de relevo para a história da cidade, tendo exercido cargos como o de presidente da CMC, da direção da Associação Académica de Coimbra (AAC) e da AAC/OAF (Organismo Autónomo de Futebol), entre outros. O Município associa-se a esta iniciativa com a atribuição de um apoio financeiro no valor de 2500 euros.

Por último, foi ainda assinado um protocolo de colaboração com a ANIP – Associação Nacional de Intervenção Precoce e com a Coimbra em Transição – Associação Sócio-Cultural e Ambiental, com o objetivo principal de estabelecer uma cooperação que permita a dinamização do Parque de Santa Cruz, enquanto espaço público, aproximando as crianças e respetivas famílias, para que o possam desfrutar, mediante a realização de um projeto que contemple atividades na área da educação, da saúde e do lazer. Neste sentido, a CMC irá disponibilizar os espaços verdes do antigo Horto Municipal, a estufa e as instalações contíguas.