Requalificação do Parque Manuel Braga:

 

Designação do projeto | Requalificação do Parque Manuel Braga;

Código do projeto | CENTRO-09-2316-FEDER-000078;

Objetivo principal | Preservar e proteger o ambiente e promover a eficiência energética;

Região de intervenção | Centro – Região de Coimbra

Entidade beneficiária | Município de Coimbra

 

 

Data de aprovação | 16.03.2018;

Data de início | 24.07.2017;

Data de conclusão | 30.09.2019;

Investimento total:  3.889.822,20 €;

Investimento elegível: 3.885.727,20 €;

Apoio financeiro da União EuropeiaFEDER (85%):  3.302.868,12 €;

 

 

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos: A requalificação do Parque Manuel Braga    (trata-se de um jardim classificado de Interesse Histórico, inserido na área delimitada do Centro Histórico da Cidade de Coimbra, nos graus de proteção I e II -PDM) e tem como objetivo, a melhoria do estado de conservação do jardim do parque, a qualificação dos espaços de estar e a estabilização dos muros de suporte existentes na margem do rio Mondego. Assim, e tendo por base a manutenção dos elementos existentes, e sem alterar a imagem do Parque e da sua envolvente, pretende-se realizar as seguintes ações:

– Requalificação paisagística do parque com a substituição de espécies vegetais, que inclui a elaboração do estudo fitossanitário;

– Estabilização das estruturas de contenção da margem do rio, existentes e/ou a reformular, que inclui a elaboração de estudo complementar de caraterização geológica-geotécnica e respetiva campanha de prospeção;

– Demolição de todo o edificado afeto ao edifício de restauração ;

– Demolição do Quiosque do Bar existente;

– Projeto de novo quiosque e instalações sanitárias públicas;

– Reabilitação do coreto existente;

– Fornecimento e instalação de um palco amovível;

– Projetos relativos a todas as especialidades e subespecialidades necessárias, nomeadamente: drenagem pluvial, repavimentação, inclusão de mobiliário urbano (bancos, papeleiras, sinalética, etc.), nova iluminação pública e cénica para reforço da segurança e a instalação de novo sistema de som não invasivos e em harmonia com o espaço envolvente.

 

 

Esta intervenção articula-se e pretende dar continuidade à intervenção inerente à “Estabilização da Margem Direita do Rio Mondego Entre a Ponte Açude e a Ponte de St.ª Clara”, bem como da intervenção “Desassoreamento do Rio Mondego”, ambas as intervenções cofinanciadas pelo POSEUR.

 

 

Com a presente aprovação haverá que cumprir os seguintes indicadores de realização e de resultado:

  • Indicador de realização: Espaços abertos criados ou reabilitados em áreas urbanas: Meta 31.793,00 M2 – Ano Alvo 2020;
  • Indicador de resultado: Aumento do grau de satisfação dos residentes que habitam em áreas com estratégias integradas de desenvolvimento urbano: Meta 12,00 – Ano Alvo 2021.

 

 

A presente candidatura surge na sequência da aprovação do PEDU e respetivo contrato entre o Município de Coimbra e a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Centro (CENTRO 2020), datado de 31.05.2016.

Pesquisa avançada

Login

Erro

O seu browser não está atualizado!

Atualize o seu browser de modo a ver corretamente este website. Atualizar o meu browser

×