Alta de Coimbra tem um novo hotel de quatro estrelas

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, visitou, ontem, o Sapientia Hotel, uma nova unidade hoteleira de quatro estrelas, instalada na parte histórica da cidade,   classificada como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO. Os vereadores do Urbanismo e da Cultura, respetivamente Carlos Cidade e Carina Gomes, também visitaram o espaço. 

Criado através da requalificação de três edifícios do século XVIII e XIX, o espaço dispõe de um terraço com vistas privilegiadas sobre a cidade. Beneficia de uma localização incomum, sendo o primeiro e até agora único hotel nesta área histórica da cidade. A Biblioteca Joanina situa-se a escassos metros de distância, tal como a Torre da Universidade de Coimbra.

Manuel Machado considera que se trata “de um hotel de excelente qualidade, com uma arquitetura e desenho interior magnífico”, salientando também o aproveitamento do edificado e o fomento da atividade económica.

O autarca salienta outros investimentos hoteleiros previstos para a cidade. “Um hotel na Fernão de Magalhães e outro ao lado do hotel D. Luís”, que contribuirão para o aumento da oferta, numa altura em que, “segundo os nossos estudos, precisamos de mais”. “A entrada em funcionamento do Convento São Francisco impulsionou estes novos empreendimentos”, explicou.

O Sapientia Boutique Hotel abriu portas no passado dia 14 de junho e situa-se junto à Universidade de Coimbra. Tem 22 unidades de alojamento, entre quartos e apartamentos, um tapas & wine bar chamado Tasca das Tias Camellas, um pátio exterior e um rooftop com vista a 360 graus sobre o rio, Coimbra e a universidade. Aos quartos foi atribuido o nome de um escritor que passou por Coimbra e deixou uma marca na cidade - é o caso de Mário Sá Carneiro, António Nobre, Miguel Torga ou Eça de Queiroz.