CM Coimbra apoia financeiramente projetos do Centro Social S. João, Cavalo Azul e Aldeia Graça de S. Filipe

O presidente da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, Manuel Machado, assinou, esta manhã, três contratos-programa que visam apoiar financeiramente os projetos submetidos ao abrigo do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios Sociais, pelo Centro Social S. João (CSSJ) - onde decorreu a cerimónia -, Associação de Famílias Solidárias com a Deficiência (Cavalo Azul), e a Aldeia (Lar) Graça de S. Filipe, num valor global de 114 mil euros.

Manuel Machado começou por sublinhar a “atividade social muito importante” do CSSJ. Trata-se de “um equipamento que não intervém apenas na área social, mas também no apoio aos jovens que aqui praticam desporto”, evidenciou o autarca, acrescentando que o apoio do município para “a ampliação das instalações é inteiramente merecido”.

O presidente do CSSJ, Alcides Lopes, agradeceu o apoio da autarquia, recordando que a inauguração do edifício da instituição em 2001, também contou com o ajuda do Município e foi inaugurada por Manuel Machado.

O CSSJ recebe um apoio financeiro de 90.335,82 euros, que se destina a comparticipar a construção do equipamento que levou à criação da “Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI)”. Esta nova estrutura residencial é um estabelecimento para alojamento coletivo, de utilização temporária ou permanente, onde são desenvolvidas atividades de apoio social e prestados cuidados de enfermagem. Atualmente tem capacidade para alojar até 35 idosos.

Já à Cavalo Azul foi atribuído um apoio financeiro no montante de 4264,74 euros, que se destina a apoiar o projeto de aplicação de uma solução organizativa da sala polivalente e da sala de estar do Lar Residencial.

“A Cavalo Azul tem igualmente uma atividade muito importante, incidindo especialmente no apoio a pessoas que têm necessidades especificas de ajuda”, salientou Manuel Machado. “Eles embarcaram numa aventura que é merecedora do nosso enaltecimento (…) e empreenderam uma construção cheia de complexidades que rejuvenesceu a IPSS ultrapassando todas as dificuldades”, destacou o edil, assegurando que “têm feito bem e hoje são úteis para servir”.

O presidente da direção da Cavalo Azul, Sérgio Vicente, endereçou um profundo agradecimento à autarquia pelo apoio que irá permitir uma melhor adequação do espaço na sala polivalente “correspondendo às necessidades humanas específicas”.

Por seu turno, o Lar Graça de S. Filipe recebe uma comparticipação financeira de 18.995,63 euros, que se destina a apoiar a aquisição de uma viatura que permita transportar os utentes.

Segundo Manuel Machado, o apoio concedido pela autarquia ao Lar Graça de S. Filipe “espelha o trabalho intenso e o espírito de benevolência humanitário empreendido”, que se iniciou com a “doação de um terreno destinado a acolher pessoas”. O autarca salientou que com este apoio “as pessoas não se irão sentir confinadas ao local onde estão”.

A presidente da direção do Lar Graça de S. Filipe, Maria do Carmo Carvalho, agradeceu o apoio da autarquia endereçando, de seguida, um convite a Manuel Machado para visitar as instalações assim que existisse oportunidade, o que foi prontamente aceite pelo presidente da CM Coimbra que se deslocou à instituição logo após o final da cerimónia de assinatura dos contratos-programa.

Manuel Machado concluiu a sua intervenção afirmando que as três instituições representam “um exemplo daquilo que a autarquia deve apoiar, (…) permitindo ao concelho ficar mais fortalecido, através da congregação de ajudas sempre que possível”.

O presidente da autarquia não deixou de referenciar o “trabalho de formiguinha” do vereador Jorge Alves, que não pôde estar presente na cerimónia.

Os vereadores da CM Coimbra, Carlos Cidade e Regina Bento, e o presidente da União de Freguesias de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, Jorge Veloso, também estiveram presentes na cerimónia, entre outras personalidades.