CMC atribuiu habitação a nove famílias com baixos recursos

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, assinou hoje, na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, nove contratos de arrendamento que permitem alojar nove famílias com baixos recursos. O conjunto de apartamentos engloba dois T1, um T2, cinco T3 e um T4, situados nos bairros da Misericórdia, Conchada, Fonte do Castanheiro, Ingote, Rosa, Fonte da Talha e Quinta da Rosa. As rendas apoiadas a pagar oscilam entre os 4,21 euros e os 168,58 euros mensais.

Acompanhado de Francisco Queirós, vereador da CMC responsável pelo pelouro da Habitação, Manuel Machado destacou a eficácia dos serviços camarários, dado que alguns destes processos foram votados na reunião de ontem do executivo camarário. O presidente da CMC desejou felicidades às pessoas que hoje receberam a chave das habitações e recordou aqueles que ainda aguardam por uma casa, recordando que “há obras de reabilitação em curso, nomeadamente no bairro de Celas”.

Manuel Machado lançou o desafio e pediu “ajuda” para que estes novos inquilinos façam dos bairros uma “comunidade de vizinhança de pessoas que, sendo diferentes, cada um tem direito a ter a sua própria vida”, salientando que “os bairros e a cidade são feitos pelas pessoas que lá moram, visitam, convivem e é essa comunidade de vizinhantes que fazem o bairro”. “Nós conseguimos melhorar a vida geral da cidade, melhorando a vida de cada bairro e, assim, melhorando a vida de cada um de nós, moradores desta cidade”, concluiu o presidente da CMC.

O arrendamento de habitações a custos controlados inscreve-se na política solidária que tem vindo a ser desenvolvida pela autarquia e que visa o combate à pobreza e exclusão social através da promoção do acesso à habitação.