Fim de Ano em Coimbra com UHF, Diogo Piçarra e muito mais

Coimbra despede-se de 2018 com a banda de rock UHF e vai entrar, em grande, no novo ano ao som de Diogo Piçarra. A Baixa da cidade prepara-se para receber, novamente, uma multidão. São quatro palcos, com animação musical para todos os gostos e a promessa de um espetáculo de fogo de artifício inesquecível para dar as boas vindas a 2019. O programa de Natal e Fim de Ano 2018 da Câmara Municipal (CM) de Coimbra foi apresentado, esta tarde, em conferência de imprensa, no Salão Nobre dos Paços do Município.  As propostas de animação garantem uma festa de arromba para público de todas as idades.

Vem aí 2019 e a CM Coimbra preparou um programa de referência para receber o novo ano com muita animação. O presidente da autarquia, Manuel Machado, salientou que “no fim de um ano intenso de labor, as pessoas merecem ser acolhidas com alegria, em festividade, para enfrentarem um novo ano. Daí as festas”.

O edil sublinhou que “a participação na festa é gratuita, de entrada livre”, de forma a que todos possam aproveitar “o fim de ano da cidade de Coimbra”, não escondendo o desejo de que o número de visitantes aumente de ano para ano.

Manuel Machado salientou, também, a integração no programa de muitos “grupos culturais” oriundos de Coimbra “que merecem um carinho especial e queremos dar-lhes projeção, para que aumentem a sua visibilidade”.

No mesmo sentido, a vereadora da Cultura da CM Coimbra, Carina Gomes, salientou a “aposta” em artistas da cidade, para além dos UHF e de Diogo Piçarra.

Sobre o objetivo da festa, a vereadora destacou a pretensão de “estimular a economia local e o comércio tradicional e a visita a este centro histórico”.

Por seu turno, o presidente da Turismo Centro de Portugal, Pedro Machado, salientou que “Coimbra é uma cidade que representa um motor de dinamismo para outros do nosso território” e que, por isso, numa “altura propícia para encontros de amigos e da família” a cidade se deve “engalanar” para cativar estes públicos.

Na Baixa de Coimbra vão estar montados quatro palcos – Palco Mondego (Largo da Portagem), Palco Coimbra (Praça do Comércio), Palco Revival (Praça 8 de Maio) e Palco Baixinha (Terreiro da Erva) – com espetáculos musicais para todos os gostos.

A contagem decrescente começa às 19h30, com animação musical itinerante na Rua Ferreira Borges, pelo Grupo Bossa a Meias, da CAiS de Coimbra – Colectivo de Artistas IndependenteS de Coimbra. A Banda ICE dá sequência à festa, pelas 22h00, no Palco Baixinha, com uma proposta musical abrangente, que vai dos grandes êxitos comerciais do momento à música portuguesa que marcou várias gerações.

A banda de rock UHF despede-se de 2018 com a digressão “40 Anos Numa Noite”, a partir das 22h30, no Palco Mondego. O grupo de António Manuel Ribeiro promete um concerto que contagiará várias gerações de fãs, com sucessos como “Brincar no Fogo”, "Menina Estás à Janela", "Sarajevo", "Cavalos de Corrida", “Foge Comigo Maria" ou "Matas-me com o teu olhar".

À meia noite, o rio Mondego será o palco de espetáculo de fogo de artifício inesquecível, que brindará a chegada de 2019 com muita luz e cor.

A música regressa à Baixa de Coimbra depois das doze badaladas. No Palco Mondego, Diogo Piçarra irá dar as boas-vindas a 2019 com um concerto emocionante, que percorrerá os grandes hits que têm marcado a sua carreira: “Tu e Eu”, “Dialeto”, “Verdadeiro”, “Entre as Estrelas”, “Wall of Love” e o novo single “História”.

A fechar a animação, no Largo da Portagem, os Insert Coin apresentam um espetáculo nada convencional, que conduzirá o público numa viagem que passa tanto pelo melhor como pelo mais “caricato” dos anos 90 e início de 2000. Os responsáveis pela diversão são Joel Rodrigues e João Paulo Sousa.

Mas a festa não acontece só aqui. O programa musical contempla, ainda, outras duas paragens: o Palco Coimbra e o Palco Revival. O Palco Coimbra recebe Francisco Cunha e o projeto BANDIT’Z live, para um espetáculo desenhado ao pormenor, numa combinação única entre cada feixe de luz e cada faixa musical. Um espetáculo carregado de energia, protagonizado por uma das melhores duplas de DJ’s nacionais de sempre, que tem ganho cada vez mais espaço no mercado internacional.  Já no Palco Revival, a pista de dança abre minutos depois da meia-noite ao som de êxitos dos anos 70, 80 e 90, pelas mãos do DJ Rui Tomé.

Também o programa de Natal foi apresentado hoje. São cinco semanas de espetáculos de rua, concertos, teatro, dança, cinema, feiras, mercados, conferências, oficinas, workshops e tantas outras atividades para todos os públicos. Este ano, há duas novidades: uma pista de gelo e uma casinha do Pai Natal, que estarão instaladas, respetivamente, no Terreiro da Erva e na Praça do Comércio. Pode ler a notícia aqui.