CM Coimbra evoca Torga no 111.º aniversário do seu nascimento

No próximo domingo cumpre-se mais uma data evocativa do nascimento de Miguel Torga, a 12 de agosto de 1907, em Sabrosa, Vila Real. Para difundir a memória da obra do poeta e prosador (e médico Adolfo Rocha), assim como o espaço onde viveu, a Câmara Municipal (CM) de Coimbra evoca este grande vulto da literatura, através de uma programação, de dois dias, que engloba a abertura da Casa-Museu, uma visita guiada com percurso dedicado à vivência de Torga em Coimbra e uma atuação por um grupo de fados, no dia 12. No dia 13 de agosto (segunda-feira) a programação inclui a animação de um conto dirigido aos mais jovens.

No dia em que, excecionalmente, a Casa-Museu tem acesso gratuito, os interessados em visitar o espaço poderão fazê-lo a partir das 14h00 e até às 19h00. A Casa-Museu tem como missão divulgar a obra literária de Miguel Torga, preservar e expor publicamente objetos, da mais variada índole, relacionados com a identidade e a personalidade desta figura maior das letras, que elegeu Coimbra para viver e trabalhar.

A partir das 15h00, a CM Coimbra propõe a visita guiada Coimbra dos Escritores: Coimbra n’A Criação do Mundo de Miguel Torga. Trata-se de um roteiro, feito a pé e de autocarro, que percorre alguns dos locais ligados às vivências do escritor/médico em Coimbra. O percurso parte do cimo da Ladeira do Seminário e o grupo é conduzido até à República da Estrela, de onde segue para a Universidade, descendo a Couraça de Lisboa, em direção ao Largo da Portagem, onde serão mencionados o consultório e o monumento a Miguel Torga. O grupo desloca-se, depois, até ao Largo das Ameias para aceder ao autocarro da linha n.º 103 dos SMTUC (cabendo a cada participante munir-se do respetivo título de transporte) em direção à Casa-Museu Miguel Torga, terminando o circuito torguiano com uma visita guiada ao equipamento municipal.

A participação neste percurso necessita de inscrição, na Casa Municipal da Cultura (presencialmente ou através do telefone n.º 239 702 630), requerendo um mínimo de 10 e até ao limite máximo de 30 participantes.

A evocação da efeméride integra, ainda, uma atuação, pelo grupo Fado ao Centro, pelas 17h30, que encerra a programação de domingo.

Na segunda feira, dia 13, prolonga-se a comemoração evocativa, com a realização de uma atividade dirigida a crianças entre os 4 e os 9 anos. Pelas 10h00, é apresentado o conto animado Era uma Vez no Reino Maravilhoso do Sabão. Esta história educativa, ilustrada e encenada, associada a jogos lúdicos, faz um paralelismo figurativo com o Reino Maravilhoso de Miguel Torga, que é Trás-Os-Montes. Tal como para o escritor e médico existe um Reino Maravilhoso, também no âmbito da saúde é importante sensibilizar as crianças para as boas práticas de higiene, como forma de prevenção de muitas doenças.

A iniciativa pretende materializar os objetivos preconizados pela Câmara Municipal de Coimbra para a Casa-Museu Miguel Torga, espaço que tem como missão divulgar a obra literária do poeta, preservando e expondo publicamente objetos, da mais variada índole, relacionados com a identidade e a personalidade daquele transmontano que elegeu Coimbra para viver e trabalhar.