Apresentação do livro “O manto que estendi”, de Maria Emília Santos

A Casa da Escrita da Câmara Municipal de Coimbra acolhe, no próximo sábado, 8 de julho, às 16h00, a apresentação da obra “O Manto que Estendi”, de Maria Emília Santos, a cargo de Isabel Santos Lopes, mestre em Literatura Portuguesa pela Universidade de Coimbra.

Maria Emília Santos nasceu em 1966, em Alvite, Moimenta da Beira. É assistente social na Associação para a Recuperação de Cidadãos Inadaptados da Lousã (ARCIL) e presidente da Delegação Regional do Centro da Associação de Profissionais de Serviço Social (APSS).

Vive em Coimbra, desde 1981.

 

Sinopse do livro

 

Em "O manto que estendi", a autora desflora alguns fantasmas da condição humana, numa relação sintónica com a natureza e o seu inesgotável manancial de candura. Começa por tecer uma interlocução com as suas origens, perpassando o diálogo interno com a liberdade, o sofrimento, a perda, a esperança e o amor. Num estilo simples e profundo e com indelével despretensiosidade, exalta esperançosamente, na arte poética, o ser e o viver, culminando com o doce e descontido desejo de amar.