V Ciclo de Requiem brinda Coimbra com concertos de superior qualidade

Coimbra acolhe, pelo quinto ano consecutivo, mais uma edição do Ciclo de Requiem, iniciativa apoiada pela Câmara Municipal de Coimbra (CMC) e organizada pela Associação Ecos do Passado, de que faz parte o Coro Sinfónico Inês de Castro (CSIC).

Neste quinto ano, o evento contempla cinco concertos, nos quais participarão quatro coros e três orquestras. 

Os concertos vão decorrer no dia 25 de março, pelas 21h30, na Antiga Igreja do Convento São Francisco (CSF); no dia 1 de abril, pelas 21h30, na Sé velha; no dia 2 de abril, pelas 18h00, no Grande Auditório do CSF; no dia 8 de abril, pelas 21h30, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra e, por último, no dia 14 de abril, pelas 18h00, igualmente no Conservatório de Música de Coimbra.

Ao coro anfitrião juntam-se este ano o coro do Departamento de Comunicação e Arte da Universidade de Aveiro, o coro da Capela Gregoriana Psalterium e o coro da Universidade do Minho. As orquestras participantes são a Orquestra do Norte, a Orquestra Filarmonia das Beiras e a Orquestra da Universidade do Minho. 

A programação apresentada no âmbito desta iniciativa, divulgada esta quarta-feira, em conferência de imprensa realizada na Casa Municipal da Cultura, diversifica e reforça a oferta cultural em Coimbra. A representar a CMC, Francisco Paz, diretor do Departamento de Cultura, Turismo e Desporto do Município, expressou o seu regozijo por, este ano, a cidade voltar a acolher o Ciclo de Requiem, pois, como disse, “Coimbra tem tradição na música coral”. Para Francisco Paz, é “importante a CMC apoiar a associação que promove este ciclo, pois ele vai voltar a ter a qualidade a que já nos habituou”. “Devemos aproveitar o que de bom acontece na cidade”, reforçou.

O maestro do CSIC e presidente da Associação Ecos do Passado, Artur Pinho Maria, começou por agradecer à CMC todo o apoio que tem dado a este ciclo desde o seu início. “É uma grande alegria mostrar este ciclo de 5 concertos”, disse o maestro. Este ano dois dos concertos realizam-se no CSF (na antiga igreja e no grande auditório), por isso é esperado que o número total de assistentes do ciclo possa passar dos 1200 do ano passado para os 1800.

Apesar de este ser um ciclo de requiem, tanto o primeiro como o quarto concertos não são requiens, conforme explicou o maestro. O primeiro concerto, que acontece no dia 25, “Stabat Mater”, de Gioacchino Rossini, terá lugar na Antiga igreja do CSF. O quarto concerto do ciclo, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra, denominado Missa “The Armed Man”, de Karl Jenkins, recriando os tambores e flautas de temas medievais, será interativo, com projeção de imagens de guerra, como forma de lembrar os refugiados. 

Outra das inovações deste ano é o facto de o segundo concerto, “In Paradisum (Canto Gregoriano para liturgia exequial)”, na Sé Velha de Coimbra, no dia 1 de abril, ser um concerto solidário a favor da “Ergue-te”, como explicou primeiro Eduarda Oliveira, vice-presidente do CSIC, e depois Marta Neves, da Ergue-te. A Ergue-te é uma plataforma intermedia sócio laboral para mulheres em situação de exclusão social em acompanhamento pela equipa de intervenção social da Ergue-te. Este concerto não tem um bilhete, podendo cada um contribuir com o que desejar. Para Marta Neves é “bom a cultura juntar-se à ajuda social”. Como explicou, o dinheiro que for angariado irá ajudar a pagar o salário de ex-prostitutas que estão a trabalhar na associação.

Artur Pinho Maria fez saber que o ciclo deste ano fecha com “Um Requiem Alemão op. 45”, de Johannes Brahms, a pedido de muito público, que sentiu a falta de um fecho assim no ano passado.

Ainda de realçar o concerto III, “Requiem em Ré m, K. 626”, de Wolfgang Amadeus Mozart, que acontece no grande Auditório do CSF, no dia 2 de abril, e cujo preço dos bilhetes varia ente os 5 e os 18 euros. Todos os restantes concertos têm preço de 10 euros, à exceção do concerto solidário. Os ingressos para os concertos no Convento São Francisco podem ser adquiridos na Bilheteira On Line (BOL), na FNAC ou nos balcões do convento. Para os restantes concertos a reserva pode ser feita através do email corosinfonicoinesdecastro@gmail.com

Veja aqui o programa