Convento São Francisco Coimbra, Cultura e Congressos celebra um ano de atividade com concerto de Dulce Pontes

Para celebrar um ano de atividade do Convento São Francisco Coimbra, Cultura e Congressos, a Câmara Municipal proporciona um concerto de Dulce Pontes, inspirado no seu novo álbum Peregrinação. Peregrinar é percorrer um caminho para encontrar algo. Foi o que fez Dulce Pontes durante os últimos cinco anos. Gravado em Bragança, Lisboa, Buenos Aires, Roma e Cuba, com produção da própria cantora e coproduzido por António Pinheiro da Silva, Peregrinação é constituído por dois CD com inéditos, recriações do reportório de Amália Rodrigues e José Afonso, poemas de Fernando Pessoa e canções em espanhol, maioritariamente da Argentina.

O primeiro disco, Nudez, abre com o Meu amor sem Aranjuez, uma letra de Dulce Pontes para o adágio do concerto de Joaquín Rodrigo. Segue-se o Grito de Amália Rodrigues e Carlos Gonçalves; um poema de Fernando Pessoa, cantado por Dulce ao som de garrafões de plástico e de uma panela de pressão; o fado, com letra de Ary dos Santos e composição de Alain Oulman; cantigas da Beira-Baixa; e uma versão de Grândola com sons de planetas que Dulce recolheu no site da NASA.    

Puertos de Abrigo é o título do segundo disco, um testemunho da forte afinidade de Dulce com a Argentina. Para além da interpretação singular de temas de músicos argentinos como Carlos Gardel e Astor Piazolla, Dulce Pontes não esquece a sua ligação a Espanha, interpretando o compositor erudito Isaac Albéniz e cantigas galaico-portuguesas do trovador Martin Codax. Neste CD pode ainda ouvir-se uma música, assinada em parceria com Kaat Tilley, cantada em inglês.  

No dia 8 de abril, Dulce Pontes apresenta o seu novo álbum em Coimbra, no Grande Auditório do Convento São Francisco. 

Como afirma o jornalista espanhol, especialista na área da música, Maxi de La Peña, Peregrinação transporta-nos para “uma viagem interior, emocional, sobre a vida em tempos difíceis”. Peregrinação reflete a vivência da artista, conciliando harmoniosamente diferentes autores e estilos musicais.

Cantora, instrumentista, compositora, letrista e produtora, a artista tem mais de 25 anos de carreira e é uma das cantoras portuguesas mais populares e reconhecidas internacionalmente. Define-se, habitualmente, como uma artista da world music. A sua voz, versátil, dramática e com uma capacidade invulgar para transmitir emoções, é o que a distingue. É uma soprano dramática, potente, versátil e penetrante. Já partilhou o palco com artistas como Ennio Morricone, Andrea Bocelli e José Carreras.

Classificação etária: M/6
Duração: 70 minutos 
Local: Grande Auditório do Convento São Francisco

Bilhetes
Cadeiras de orquestra, 1.ª e 2.ª plateia | Bilhete geral 15 euros | Bilhetes estudantes, =/< 30 anos, =/> 65 anos e grupos =/>10 pessoas 12 euros

Balcão
Bilhete geral 12 euros | Bilhetes estudantes  =/< 30 anos, =/> 65 anos e grupos =/>10 pessoas 10 euros
Nota: 1.ª fila de visibilidade reduzida (Balcão): Bilhete geral 8 euros; Bilhete estudantes, =/< 30 anos, =/> 65 anos e grupos =/>10 pessoas 6 euros

Informação 
Bilheteira – 239857191 | Horário: 15h00 às 20h00
Convento São Francisco
Av. da Guarda Inglesa n.º 1 A 3040 | 193 Coimbra – Portugal
Tel.:+351 239857190 geral | geral@coimbraconvento.pt