Salão Nobre encheu para o concerto de ano novo protagonizado pela OCC

O Salão Nobre dos Paços do Município de Coimbra foi pequeno para acolher todos os que quiseram assistir, na tarde de ontem, ao concerto de ano novo oferecido pela Câmara Municipal (CM) de Coimbra e magnificamente interpretado pela Orquestra Clássica do Centro (OCC), que recebeu uma ovação do público. Coimbra celebrou, assim, a entrada num novo ano, com um momento musical de elevada qualidade.

O concerto foi dirigido pelo maestro Jan Wierzba e contou com a interpretação dos solistas Hélia Castro e Sérgio Martins. O espetáculo iniciou-se com a interpretação da peça de J. Strauss II, "Zigeunerbaron". O público ouviu, ainda, a OCC interpretar outros temas de J. Strauss II (valsa "O Danúbio Azul", “Voices of Spring” e “Polka Raios e Trovões”), Verdi (“Se quel guerriero io fossi!” e “Brindisi”), Puccini (“Nessun Dorma”), Lehar (“Lippen Schweigen”) e Offenbach (Les oiseaux dans la charmille).

O presidente da CM Coimbra, Manuel Machado, esteve presente e recebeu, como agradecimento, um ramo de rosas das mãos da diretora da OCC, Emília Cabral Martins.

Apresentada pela primeira vez, enquanto orquestra profissional, em dezembro de 2001, a OCC, tem, desde então, realizado o seu trabalho ininterruptamente, contando sempre com o contributo solístico e de regência de elevadas figuras do panorama musical.

A OCC conta com o apoio institucional da Direção Geral das Artes e da CM Coimbra.