CM Coimbra regulariza primeiros sete vínculos precários

O presidente da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, Manuel Machado, assinou, ontem, os primeiros sete contratos de trabalho por tempo indeterminado resultantes dos procedimentos concursais para a regularização extraordinária dos vínculos precários na administração pública (PREVPAP).

Manuel Machado considerou este como um “dia histórico” para os que agora são integrados com contrato de trabalho e, também, para a Câmara Municipal de Coimbra, por se tratar dos primeiros sete processos de precários a estarem concluídos no âmbito do PREVPAP.

“Uma longa caminhada que corresponde à nossa vontade de que os trabalhadores da Câmara Municipal de Coimbra sintam orgulho em ser trabalhadores da autarquia”, salientou Manuel Machado.

“É nesta esperança que vos declaro passados de precários a efetivos”, concluiu desejando a todos um bom trabalho.

Recorde-se que o executivo camarário aprovou, na sua reunião de 7 de maio, uma proposta de reconhecimento de 64 postos de trabalho identificados como consubstanciando necessidades permanentes dos serviços sem o adequado vínculo jurídico, no âmbito do PREVPAP, criado pelo Governo. Destes, 21 são para postos de trabalho da carreira de técnico superior e 43 da carreira de assistente operacional.