Congresso Luso-Brasileiro debate novos desafios das cidades e territórios

Está a decorrer em Coimbra, até sexta-feira, no Departamento de Engenharia Civil da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), o 8.º Congresso Luso-Brasileiro para o Planeamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável (PLURIS) 2018, cujo tema é “Cidades e Territórios – desenvolvimento, atratividade e novos desafios”. A vereadora da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, Regina Bento, participou ontem na sessão de abertura do evento, que contou com a presença de José Gomes, secretário de estado Adjunto e da Mobilidade.

Regina Bento começou a sua intervenção por elogiar as temáticas do congresso, que interessa ao executivo municipal, que “tem responsabilidades na definição das políticas de mobilidade e transportes, na construção de uma cidade inovadora e inteligente, com preocupações energéticas e ambientais, promovendo o seu desenvolvimento económico e a qualidade de vida dos seus habitantes”.

A vereadora, que também faz parte do Conselho de Administração dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC), recordou que o Município de Coimbra “assumiu-se como Autoridade Municipal de Transportes”, e que tem já “a sua equipa constituída e a trabalhar e está em cima da mesa a elaboração de um plano de mobilidade para o concelho de Coimbra que defina uma estratégia global para a promoção de uma mobilidade sustentável”.

Regina Bento salientou que estão em aberto alguns processos que “trarão alterações muito significativas com impacto na mobilidade no concelho, no distrito e até no país”, referindo-se à infraestrutura aeroportuária que é pretendida para a Região Centro, ao Sistema de Mobilidade do Mondego que entra em “funcionamento daqui a 3 anos, conforme prazo avançado pelas Infraestruturas de Portugal”, e da “rede de serviço público de transporte rodoviário em autocarro que será objeto de reestruturação profunda na sequência da implementação do novo regime jurídico”. “Nesta última frente, não posso deixar de referir o papel dos SMTUC – Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra, o operador interno de transportes do Município de Coimbra que, desde 1910, tem vindo a assegurar esta tão importante atividade e fator de coesão social no nosso concelho”, destacou Regina Bento.

A autarca recordou que os SMTUC “têm sido pioneiros na mobilidade sustentável, tendo sido reconhecidos recentemente pelo seu papel na descarbonização dos transportes públicos com a atribuição do prémio Global Mobi Awards na categoria empresas/organizações”, salientando ainda o “investimento crescente por parte do Município na renovação da frota dos SMTUC recorrendo a viaturas elétricas para transporte coletivo de passageiros”.

Sobre o financiamento que acompanha esta “estratégia de descarbonização nos transportes públicos”, a vereadora da CM Coimbra salientou que “ainda é muito reduzido e indexado aos valores de referência de viaturas a diesel”. “Fará sentido continuar a investir em autocarros elétricos suportando o Município uma taxa de IVA de 23%?”, questionou Regina Bento, acrescentando que em Coimbra o “custo social dos transportes é diretamente suportado pelo orçamento da autarquia e em que, por exemplo, os passes escolares são integralmente gratuitos até ao 12.º ano”.

Por seu turno, o secretário de estado Adjunto e da Mobilidade salientou o desafio que está em cima da mesa nestes dias, que passa pelas cidades serem capazes de reagir ao grande fluxo de mobilidade e que, por isso, “é importante olhar para o ordenamento do território”.

O PLURIS 2018 representa a continuidade da parceria entre investigadores portugueses e brasileiros, que já se realiza desse 2005, onde são debatidos temas como o ambiente e energia, cidades inovadoras e inteligentes, mobilidade, transportes e planeamento regional e urbano.

Presentes na cerimónia estiveram, também, João Gabriel Silva, Reitor da Universidade de Coimbra, Paulo Pinho, diretor do Centro de Investigação do Território Transportes e Ambiente, Alfredo Dias, subdiretor do Departamento de Engenharia Civil da Universidade de Coimbra, Rui Ramos, presidente da comissão do PLURIS e Anabela Ribeiro, presidente da comissão organizadora do congresso.