Projeto Noite Saudável aposta na diversão regrada na noite de Coimbra

A vereadora da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, Regina Bento, presidiu, esta manhã, à sessão local de apresentação do projeto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal” (NSCCP), que decorreu na Casa Municipal da Cultura. Um projeto multidisciplinar e multissetorial, que visa o aumento da segurança e da qualidade de vida nos contextos recreativos noturnos das cidades da Região Centro, nomeadamente através de uma aposta na prevenção da violência interpessoal, do abuso do álcool, do consumo de drogas ilícitas e da sinistralidade rodoviária. “O Município de Coimbra está muito envolvido e interessado neste projeto e nos resultados que poderá ter na nossa cidade”, assegurou Regina Bento, apelando à colaboração de todos.

Os contextos recreativos noturnos desempenham um papel importante na vida das cidades e dos jovens, mas estão cada vez mais associados a uma rutura de hábitos de vida saudável e a uma série de riscos e problemáticas graves, como a violência interpessoal, o abuso no consumo de álcool, o consumo de drogas ilícitas e a sinistralidade rodoviária.

Coimbra, fruto de ser uma cidade que recebe milhares de jovens universitários todos os anos, tem dinâmicas próprias e períodos de maior risco, como a Festa das Latas, que está a decorrer, ou a Queima das Fitas.

Regina Bento falou disso mesmo, esta manhã, na sessão local de apresentação do projeto NSCCP, do qual a CM Coimbra é parceira. Lembrou que “em Coimbra estes problemas têm especial relevância por ser uma cidade universitária” e referiu o aumento dos “abusos e dos comportamentos inadequados” por parte dos jovens, especialmente em períodos como o atual, de Festa das Latas. Insistiu na necessidade de se “fiscalizar os locais de diversão noturna e não permitir a venda de bebidas alcoólicas a menores” e garantiu: “Continuaremos a ser implacáveis”. “Não é essa a cidade que queremos para os nossos filhos”, acrescentou a vereadora, apelando à colaboração de todos neste projeto e destacando o importante papel dos proprietários de espaços recreativos noturnos e a necessidade de se valorizar os que cumprem as normas.

Regina Bento concluiu a sua intervenção garantindo o apoio total da autarquia a esta iniciativa e deixando uma palavra de incentivo. “Tenho a certeza que, todos juntos, tornaremos Coimbra uma cidade com uma noite mais saudável e mais segura não só para os jovens, mas para toda a população”, concluiu.

A apresentação do projeto foi feita por João Redondo, Diana Breda e Fernando Mendes, os coordenadores e impulsionadores do NSCCP. O projeto surge de preocupações comuns do Centro de Prevenção e Tratamento do Trauma Psicológico (CPTTP) — Centro de Responsabilidade Integrado de Psiquiatria (CRI), do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra — e do Instituto Europeu para o Estudo dos Fatores de Risco (IREFREA Portugal), que criam primeiramente o “Noite Saudável da Cidade de Coimbra”. Dois anos mais tarde, realizou-se o Fórum Internacional “Noite Saudável das Cidades”, em Coimbra, e foi criado um documento, a “Declaração Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, que foi posteriormente subscrito por dezenas de entidades, entre as quais 21 municípios da Região Centro do país. Um ano depois, em 2017, no âmbito de uma candidatura ao Centro 2020, surge o atual projeto NSCCP, cuja coordenação científica é assumida pelo CPTTP, CRI de Psiquiatria – CHUC e pelo IREFREA Portugal.

O NSCCP tem ganho cada vez mais força, conta com 19 subprojetos e com a colaboração de várias dezenas de entidades, desde serviços e organizações na área da Saúde, a escolas e estabelecimentos de ensino superior, forças de segurança, passando pelo Instituto Português do Desporto e da Juventude, Comissão de Proteção de Crianças e Jovens, associações académicas e desportivas e proprietários e outros trabalhadores de espaços recreativos noturnos.

Estas e outras informações sobre o NSCCP podem ser consultadas na website do projeto, em www.noitesaudavel.pt.