Exploratório dá a conhecer história do Titanic

O vereador da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, Carlos Cidade, esteve presente, ontem, na inauguração da exposição “Titanic – A Reconstrução”, no Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra. A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo, o presidente da Fundación Titanic, Jesús Ferreiro Rúa, e o cônsul-geral de Espanha no Porto, Aleix Garau Montané, também marcaram presença na inauguração da maior maquete do navio alguma vez feita e estará patente ao público até ao final do ano.

O Exploratório - Centro Ciência Viva de Coimbra tem patente uma exposição sobre o Titanic, que contará com áudio-guias que ajudam os visitantes a conhecer de forma mais aprofundada o naufrágio mais famoso da história. A partir de outubro, serão dinamizados ateliês de exploração de ciência e tecnologia para visitas de grupo.

Intitulada "Titanic - A Reconstrução", a mostra organiza-se em diversos tópicos, abordando questões como a construção do navio e materiais utilizados, a vida a bordo do navio, as telecomunicações utilizadas para o pedido de socorro ou o iceberg, contando com peças originais de época ou réplicas.

O diretor do Exploratório, Paulo Trincão, salientou que em Coimbra será possível observar o Titanic de forma pormenorizada e com recurso a áudio-guias. “É uma mostra que está pela primeira vez em Portugal, de enorme qualidade e que coloca Coimbra no mercado das grandes exposições mundiais”, sublinhou.

Por sua vez, a secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo, destacou o dinamismo da exposição e salientou que a museologia de objeto é muito importante.

A exposição pertence à Fundación Titanic, instituição espanhola, e foi adaptada pelo Exploratório ao público português.