Câmara de Coimbra com saldo positivo de 1,3 milhões de euros em 2017

A Câmara Municipal de Coimbra registou, em 2017, um resultado positivo de cerca de 1,3 milhões de euros, que aumenta o saldo de gerência para um valor superior a 33 milhões de euros, de acordo com o relatório de gestão apresentado ontem na reunião do executivo camarário.

O prazo médio de pagamentos a fornecedores está agora em 48 dias (em 2016 estava em 61), e a dívida de empréstimos de médio e longo prazo foi reduzida em 16,6% (uma diminuição de 7,6 milhões de euros).

O executivo camarário aprovou ontem os documentos de prestação de contas da Câmara Municipal de Coimbra do exercício de 2017.

A vereadora Regina Bento, responsável pelo pelouro das finanças, destacou a "sólida saúde financeira do município", que diminuiu o prazo médio de pagamento a fornecedores de 61 (2016) para 48 dias e a dívida de empréstimos de médio e longo prazo em 16,6%.

A autarca salientou o acréscimo de 5,6% da receita total cobrada, com especial ênfase para o aumento da receita arrecadada de impostos diretos, nomeadamente da derrama, que apresenta um crescimento de 75% face a 2016.

Segundo Regina Bento, esse aumento percentual corresponde a mais 3,9 milhões de euros, "o que é um indicador inequívoco do crescimento do tecido empresarial sediado no município".

CMC / LUSA