Manuel Machado contra o encerramento de Estações de Correios

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) e da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) recebeu, esta tarde, dirigentes da Delegação de Coimbra do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações (SNTCT), tendo demonstrado a sua total discórdia perante o encerramento de Estações de Correios, considerando que se está a colocar em causa o Serviço Postal Universal.

Manuel Machado recebeu, esta tarde, nos Paços do Município, Rui Simões e António Pereira, dirigentes da Delegação de Coimbra do SNTCT. Em causa está o encerramento de Estações de Correios, assunto em que o autarca é perentório ao afirmar que “a CMC não alinha nas operações que estão a decorrer”.

Para Manuel Machado, o Serviço Postal Universal pode estar em causa, preocupação que já transmitiu ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, numa reunião que decorreu na passada segunda-feira, dia 12 de fevereiro.

Já os dirigentes sindicais transmitiram apreensão com a degradação do serviço e com o encerramento de Estações de Correios. Segundo os mesmos, este processo representa um perigo iminente para o Estado, que não terá capacidade para garantir futuramente o Serviço Postal Universal.

O presidente da CMC e da ANMP transmitiu aos dirigentes sindicais que ainda esta semana irá reunir com a ANACOM e com o Governo sobre esta matéria e para contestar o procedimento que está a decorrer, dado que estas são as entidades que, a cada cinco anos, devem reavaliar as condições de prestação do serviço, a par com as organizações representativas dos consumidores, de forma a adequá-las à evolução do mercado bem como aos princípios subjacentes à prestação do serviço universal.