“Lojas de Saber” homenageada com atribuição do nome a espaço do Exploratório

O vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Carlos Cidade, assistiu, na tarde de sexta-feira, à cerimónia de homenagem à iniciativa “Lojas de Saber”, com a atribuição do nome do projeto ao auditório do Exploratório. A nova designação perpetua a iniciativa de João José Pedroso de Lima. A sessão contou ainda com a presença do diretor do Exploratório, Paulo Trincão, da dinamizadora da “Lojas de Saber”, Margarida Pedroso, e do vice-reitor da Universidade de Coimbra (UC), Amílcar Falcão. No final coube a Rui de Alarcão dar uma aula de “Saber, Cidadania e Democracia”.

A iniciativa, promovida pelo Exploratório - Centro de Ciência Viva de Coimbra, visou homenagear a vida e obra do fundador do projeto, João José Pedroso Lima, através da atribuição do nome “Lojas de Saber” ao auditório do Exploratório. “Lojas de Saber” são encontros científicos que são realizados no Exploratório de Coimbra. Ilustres médicos, professores de física, matemática, química, história, entre outros, passaram pelas “Lojas de Saber” onde partilharam as suas histórias de vida e falavam sobre ciência. Um projeto único, divulgador de cultura científica, e capaz de atrair públicos diversos.

A filha de João José Pedroso Lima (falecido em outubro de 2016) e atual dinamizadora do projeto, Margarida Pedroso, destacou o humanismo do criador das “Lojas de Saber”, para quem o conhecimento devia ser sempre valorizado. Segundo o seu criador “há um investimento de toda a sociedade em cada cérebro humano (…) como é que podemos desperdiçar o conhecimento de milhares de memórias”.

Por seu turno, o vice-reitor da UC, Amílcar Falcão, manifestou o desejo de que o projeto dure muitos anos. “Sem respeitar, ouvir e aprender com quem tem experiência, não haverá futuro”, disse.

Depois da cerimónia de descerramento da placa com a atribuição do nome do projeto ao auditório do Exploratório, coube a Rui Alarcão dinamizar uma sessão especial de “Lojas de Saber”, sob o tema “Saber, Cidadania e Democracia”. No final a assistência ainda colocou algumas questões ao antigo reitor da UC. 

O objetivo das “Lojas de Saber” é o de facultar, de uma forma mutuamente enriquecedora, a experiência e o saber acumulado pelos mais velhos às novas gerações. Por isso mesmo, cada uma das sessões conta com um(a) orador(a), geralmente "indivíduos reformados, com perfis diversificados, do mundo académico, ou não, e que estejam interessados em transmitir os seus conhecimentos de forma voluntária e solidária", que quinzenalmente estão no Exploratório a partilhar a sua experiência e o seu saber. Atualmente, as Lojas de Saber decorrem na 1ª e na 3ª sexta-feira do mês, das 18h00 às 19h45.