CIM-RC apoia e vai participar ativamente na candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027

A Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra (CIM-RC), que reuniu hoje, em Mira, aprovou, por unanimidade, o apoio formal à candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, assim como a sua participação ativa nesta candidatura. Esta votação surgiu no seguimento de um convite do presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, para que os municípios que integram a CIM-RC se associassem e participassem ativamente nesta candidatura.

A CMC prepara, há vários meses, a candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, nomeadamente analisando os impactos económicos, culturais e sociais que esse evento gerou nas cidades anteriormente designadas.

O presidente da CMC, Manuel Machado, já tinha anunciado, aquando da presença do Ministro da Cultura em Coimbra, no passado domingo, que este assunto integraria a agenda da próxima reunião da CIM-RC, de forma a torná-la numa “candidatura agregadora, forte, sustentada, capaz, não esbanjadora de dinheiro, e sobretudo impulsionadora da fruição cultural”, referiu.

No documento enviado aos municípios que integram a CIM-RC, Manuel Machado escreveu que “a candidatura liderada por Coimbra deverá ter uma dimensão supramunicipal, estendendo-se, assim, à Comunidade Intermunicipal, uma vez que um projeto alargado e sustentado desta natureza beneficiará toda a Região, ao mesmo tempo que, do ponto de vista externo, sairá valorizado pela ampliação da sua escala e pela junção dos inúmeros atrativos dos municípios vizinhos e constituintes da nossa CIM”.

O Ministro da Cultura, Luís Castro Mendes, afirmou, no último domingo, em Coimbra, que a cidade é “uma muito forte candidata” a Capital Europeia da Cultura em 2027 e que “a candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura faz todo o sentido”, salientando ainda: “Não é preciso refletirmos muito para vermos a força extraordinária que tem a cidade de Coimbra e o que significaria realmente para Portugal que a cidade de Coimbra fosse a Capital Europeia da Cultura [em 2027].”

A iniciativa das Capitais Europeias da Cultura iniciou-se em 1985 e constitui-se como um dos mais ambiciosos projetos culturais a nível europeu, tendo-se tornado numa das mais conhecidas e apreciadas atividades da União Europeia.