CMC atribui louvor a aluno conimbricense pelo desempenho como presidente da mesa nacional do Parlamento dos Jovens

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, louvou hoje publicamente, numa sessão que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Município, o aluno Miguel Seco, da Escola Básica (EB) 2/3 Eugénio de Castro, “pela liderança demonstrada na condução dos trabalhos da sessão plenária nacional do Parlamento dos Jovens, realizada no dia 23 de maio na Assembleia da República”, como referiu o autarca. 

“Quero agradecer aos professores, à minha família e a todos os que estão aqui presentes”, afirmou, por seu turno, Miguel Seco, no final da homenagem. O jovem, de 13 anos, foi eleito presidente da mesa nacional do Parlamento dos Jovens, e esteve, por isso, na Assembleia da República (AR), no passado dia 23 de maio, a dirigir os trabalhos de um hemiciclo com “deputados” de 18 distritos. 

O aluno conimbricense e a sua família foram recebidos, esta manhã, no Salão Nobre da CMC, pelo presidente do Município e pelos vereadores da Educação e Cultura, respetivamente Jorge Alves e Carina Gomes. Manuel Machado entregou um diploma de louvor ao jovem e deixou-lhe os maiores elogios por ter sido eleito presidente e pelo seu desempenho na condução dos trabalhos da sessão plenária nacional do Parlamento dos Jovens, realizada a 23 de maio último, na AR. 

Miguel Seco é filho único, ambiciona ser médico e foi graças à avó, advogada, que começou a interessar-se pelas questões cívicas e da política. O jovem, que pratica ténis e é também escuteiro, já tinha participado antes na iniciativa da AR, tendo sido eleito, o ano passado, secretário da mesa distrital. Mas Miguel queria mais e, por isso, este ano aplicou-se na sua candidatura e acabou por ser eleito presidente da mesa nacional do Parlamento dos Jovens.

Miguel Seco presidiu, assim, à sessão plenária nacional do Parlamento Jovem, contando na mesa com a participação dos alunos André Relva (da Madeira), como vice-presidente, e Iolanda Barbosa (do Porto) e Eva Gomes (de Viseu), como secretárias de mesa. Nessa sessão plenária, o jovem conimbricense aprovou ainda uma importante recomendação final à AR sobre “Os Jovens e a Constituição: tens uma palavra a dizer! 40 anos da Constituição da República Portuguesa”.

O Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da AR dirigida aos estudantes dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário, que visa “educar para a cidadania, estimulando o gosto pela participação cívica e política, dando a conhecer a Assembleia da República enquanto Órgão Representativo de todos os cidadãos portugueses; promover o debate democrático, o respeito pela diversidade de opiniões e pelas regras de formação das decisões, proporcionando a experiência de participação em processos eleitorais; estimular as capacidades de expressão e argumentação na defesa de ideia, com respeito pelos valores da tolerância e da formação da vontade da maioria”, lê-se no diploma entregue.