Largo de S. Salvador começa hoje a ser requalificado

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, assinou, esta manhã, o auto de consignação da empreitada de requalificação do Largo de S. Salvador. A obra fica agora entregue à empresa “Obra Magna, Lda.” e representa um investimento de 211.984,14 euros (IVA incluído), que pretende tornar mais agradável e funcional um espaço público histórico, que atualmente apresenta sinais de degradação, situado na Alta da cidade e junto ao Museu Nacional Machado de Castro.

A CMC avança com uma intervenção que visa reabilitar e requalificar o Largo de S. Salvador, um espaço urbano de grande importância estratégica no enquadramento histórico e turístico da Alta da cidade.

Na cerimónia desta manhã, Manuel Machado destacou a importância de uma obra que irá contribuir para a melhoria de um espaço público e que atualmente apresenta níveis elevados de degradação. “É uma obra especialmente sensível (…) e é com enorme gosto que a fazemos” referiu o presidente da CMC, referindo-se ao facto desta empreitada ser realizada numa zona classificada como Património Mundial da UNESCO.

O autarca destacou também a importância da igreja de S. Salvador. “Um sítio, que pertence ao património histórico da nossa cidade e o primeiro lugar, fora do Castelo, onde se realizaram casamentos reais”, sublinhou Manuel Machado, manifestando a sua esperança de que também o interior da igreja seja brevemente alvo de intervenção. “É absolutamente necessário intervir aqui”, frisou o presidente da CMC.

Manuel Machado abordou ainda a problemática da proliferação das pichagens na Alta de Coimbra, lançando um apelo à comunicação social para que “ajudem a criar ou recriar, em Coimbra, uma cultura cívica”. “A expressão marginal que tem vindo a surgir é crime, ofende a cidade e danifica património de grande valor”, frisou o autarca.

Esta empreitada de requalificação do Largo de S. Salvador consiste, essencialmente, na modernização das redes existentes ao nível do subsolo e na repavimentação integral do Largo, com lajetas de granito, o que irá promover a segurança e o conforto na circulação pedonal ou automóvel, na implementação de um sistema de recolha de lixos domésticos e na criação de uma zona de estar e de fruição. 

O objetivo passa por criar condições para um melhor funcionamento das habitações, estabelecimentos e restantes edificações existentes na zona, contribuindo, assim, para a criação de um espaço mais agradável e com relevante interesse histórico e turístico.

A sul do Largo será criada uma zona de estar com sombra, através da plantação de uma árvore de pequeno porte. A rede elétrica passará de aérea para enterrada, com iluminação de LED, e as redes existentes no subsolo serão também modernizadas, através da instalação de rede de gás natural, remodelação da rede de abastecimento de água, separação da rede de esgotos em redes domésticas e pluviais e revisão da rede de dados. Serão também instalados equipamentos que permitam disponibilizar acesso gratuito à internet aos utentes do espaço público.

Os trabalhos abrangem todo o perímetro do Largo de S. Salvador e do início dos arruamentos que para ele convergem e atravessam, alargando-se ao tramo superior da Rua do Cabido e a toda a extensão do Beco das Condeixeiras, para assim melhorar a acessibilidade à fachada posterior do Museu Nacional Machado de Castro.

O Largo de S. Salvador situa-se na convergência das ruas do Loureiro, S. Salvador e Cabido e confina com a Igreja de São Salvador e com o Museu Nacional Machado de Castro. Integra-se no perímetro da Cidade Muralhada, na zona de vestígios da ocupação romana e em área de imóveis classificados, nomeadamente a Igreja de S. Salvador, o Paço Episcopal (Antigo) e Sé Nova de Coimbra e na área de proteção do bem classificado como Património Mundial da UNESCO. As obras terão acompanhamento arqueológico por parte de técnicos da autarquia.

Os vereadores da CMC, Carlos Cidade e Regina Bento, e os representantes da firma adjudicatária dos referidos trabalhos, “Obra Magna, Lda.”, Pedro Teixeira e Paulo José, também estiveram presentes no ato.