CMC concede apoio de 5 mil euros ao Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Almalaguês para implementação da sala de fisioterapia

O executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) aprovou, na sua reunião de quinta-feira, uma proposta de apoio financeiro ao Centro Paroquial de Bem-Estar Social de Almalaguês (CPBSA), no valor de 5166,58 euros, para obras de implementação e aquisição de equipamentos necessários ao funcionamento da Sala de Fisioterapia “Cuidar para Reabilitar” na Estrutura Residencial de Pessoal Idosas da instituição. O valor foi definido no âmbito do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios na Área Social (RMAAAS), que foi aprovado e entrou em vigor no final de 2016.

O montante destina-se à implementação, na Estrutura Residencial de Pessoal Idosas do CPBSA, da Sala de Fisioterapia “Cuidar para Reabilitar”, com o objetivo de disponibilizar atividades de fisioterapia, terapia ocupacional e motricidade aos idosos que frequentam as respostas sociais desenvolvidas pela instituição. Tendo por base o RMAAAS, o apoio financeiro será de 2619,61 euros para as obras de implementação da sala de fisioterapia e de 2546,97 euros para a aquisição dos equipamentos necessários ao seu funcionamento, o que perfaz a quantia global de 5166,58 euros.

Um apoio que possibilitará que “o Município disponibilize à comunidade sénior residente e não residente na freguesia de Almalaguês uma sala de fisioterapia com condições adequadas e de segurança necessárias para que a comunidade possa ter acesso a atividades de fisioterapia, terapia ocupacional e motricidade”, lê-se na informação que foi analisada na reunião de quinta-feira.

Refira-se, ainda, que a Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, na qual será implementada a Sala de Fisioterapia, foi a mais recente aposta do CPBSA e “foi ao encontro das necessidades identificadas nos instrumentos de diagnóstico e planeamento elaborados pela CMC no âmbito da área social, bem como das carência conhecidas no Mapeamento dos Investimentos em Infraestruturas Sociais e na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados – Região Centro, elaborado pelo Gabinete de Estratégia e Planeamento do Ministério do Trabalho, solidariedade e Segurança Social, do Instituto da Segurança Social I.P. e da Comissão de Coordenação Nacional da Rede de Cuidados Continuados Integrados, que considera prioritário o investimento em equipamentos sociais com resposta para idosos”, lê-se ainda na informação.

O CPBSA é uma Instituição Particular de Solidariedade Social do concelho, com respostas sociais nas valências de Creche (com capacidade para 45 crianças); Educação Pré-escolar (com capacidade para 75 crianças); Centro de Atividades de Tempos Livres (com capacidade para 80 crianças); Centro de Dia (com capacidade para 40 idosos); Serviço de Apoio Domiciliário (com capacidade para 40 idosos); e, mais recentemente, a Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (com capacidade para 30 idosos).