Câmara atribui subsídio de 7 mil euros à Associação das Cozinhas Económicas

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, assinou hoje um contrato-programa de desenvolvimento social que atribui um apoio financeiro de 7100 euros à Associação das Cozinhas Económicas da Rainha Santa Isabel (ACERSI). O valor foi calculado tendo em conta a aplicação do Regulamento Municipal para Atribuição de Apoios na Área Social, publicado em Diário da República no final de 2016.

Este montante destina-se ao desenvolvimento das atividades sociais da ACERSI, nomeadamente na resposta de Refeitório Social. A ACERSI é uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS), com sede em Coimbra, que tem a funcionar um Refeitório Social com capacidade para 500 pessoas, um Centro de Dia (capacidade para 75 pessoas) e um Serviço Domiciliário para 20 idosos.

A ACERSI, popularmente conhecida por Cozinha Económica, é uma das IPSS que dá respostas a pessoas desfavorecidas no distrito de Coimbra. Os serviços prestados pela instituição à população são gratuitos ou remunerados de forma proporcional, de acordo com a condição económico-financeira dos seus utentes.

A ACERSI serve diariamente centenas de refeições (almoços e jantares) e tem dado resposta, a nível de alimentação, tratamento de roupa e acompanhamento pela sua equipa técnica, aos casos encaminhados pelas várias IPSS de Coimbra, bem como pelo serviço de Emergência Social do Centro Distrital da Segurança Social de Coimbra. Na sua valência de Centro de Dia, presta apoio a dezenas idosos, na sua maioria em situação de pobreza e a viverem em condições habitacionais deficitárias, apoiando ainda outros 20 idosos em valência de Apoio Domiciliário.