“Os melhores Jogos Europeus Universitários de sempre“ despedem-se de Coimbra

A cerimónia de encerramento dos Jogos Europeus Universitários (EUG) Coimbra 2018 decorreu, ontem à noite, no Estádio Universitário. A cidade despediu-se do maior evento multidesportivo alguma vez realizado em Portugal com fortes aplausos, numa cerimónia que contou com demonstrações de ginástica, momentos musicais, um desfile das universidades participantes e palavras de agradecimento. A secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, afirmou ser um enorme orgulho para Coimbra e para o país receber os EUG, desejou o maior sucesso aos milhares de estudantes-atletas presentes e declarou os jogos encerrados. O presidente da Associação Europeia do Desporto Universitário (EUSA), Adam Roczek, afirmou que estes foram “os melhores Jogos Europeus Universitários de sempre“.

Coimbra disse adeus aos EUG 2018 com uma cerimónia a preceito, com direito a espetáculos de ginástica, interpretação do hino nacional, do hino da EUSA, momentos musicais, desfile das universidades, demonstrações dos desportos das secções da AAC e toda a parte protocolar, dos discursos à entrega da bandeira do evento e ao anúncio do próximo local para a sua realização, Belgrado, na Servia. O presidente da EUSA, Adam Roczek, acrescentou que os EUG Coimbra foram “um sucesso” e agradeceu à organização – CMC,  Universidade de Coimbra (UC), Associação Académica de Coimbra (AAC) e Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) –  à equipa, aos conimbricenses e aos voluntários por toda a dedicação. Já o secretário-geral da Comissão Organizadora dos EUG Coimbra, Mário Santos, agradeceu à EUSA o voto de confiança e elogiou o trabalho de todos os que contribuíram para o sucesso desta edição.

Em declarações ao jornalistas, no final da cerimónia, o vice-presidente da CMC, Carlos Cidade, disse que os EUG Coimbra “foram um sucesso a todos os níveis e ultrapassaram as expetativas”.

Os EUG Coimbra 2018 terminam com Portugal a conseguir 14 medalhas: quatro no remo, seis na canoagem, duas no judo e duas no futsal. Uma conquista que lhe valeu o terceiro lugar do pódio, logo atrás da Alemanha e do Reino Unido, o primeiro classificado. Dessas 14 medalhas, 10 foram conquistadas pela UC/AAC, a instituição que conseguiu angariar mais galardões. 

Os EUG 2018 trouxeram a Coimbra, de 15 a 28 de julho, cerca de 4500 estudantes-atletas de 300 instituições do ensino superior de toda a Europa, entre eles meio milhar de portugueses. Foi o maior evento multidesportivo alguma vez realizado em Portugal e contou com um investimento global da CMC superior a 2,8 milhões de euros.

Para a realização dos EUG 2018 foi necessário proceder a uma série de intervenções em diversos espaços, de forma a garantir melhores acessibilidades na área geográfica do Estádio Universitário de Coimbra e espaços de prática desportiva em condições para receber competições de várias modalidades. A autarquia procedeu à requalificação urbana dos parques de estacionamento do Convento São Francisco (1.549.711,60 euros) e da Praça das Cortes (421.194,88 euros) e à reorganização da circulação rodoviária nas Avenidas João das Regras (361.043,33 euros) e Guarda Inglesa (123.663,55 euros). A CMC cedeu ainda um apoio financeiro à Direção-geral da AAC (100 mil euros para a inscrição da candidatura) e garantiu o transporte de atletas e a segurança dos locais de competição e treinos durante o evento (280 mil euros).

A cerimónia de encerramento dos EUG Coimbra 2018 contou com a presença do vice-presidente da CMC, Carlos Cidade, do reitor da UC, João Gabriel Silva, do presidente da AAC, Alexandre Amado, do presidente do FADU, Daniel Monteiro, da campeã olímpica Rosa Mota, entre várias outras personalidades. Apesar da parte protocolar ter terminado perto das 23h00, a festa continuou no Estádio Universitário, ao som do DJ Deepblue, o escolhido para animar a noite dos milhares de estudantes-atletas que ontem ainda se encontravam em Coimbra.