40.ª edição da São Silvestre de Coimbra, apadrinhada pelo campeão olímpico Carlos Lopes, corre-se no dia 30 de dezembro

A 40.ª edição da São Silvestre de Coimbra, a segunda mais antiga de Portugal continental, que se realiza no próximo dia 30 de dezembro, foi hoje apresentada em conferência de imprensa, realizada no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia. O encontro com os jornalistas contou com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Carlos Cidade, do presidente da Escola de Atletismo de Coimbra/Associação Recreativa Casaense (EAC/ARC), Luís Gaspar, do coordenador da EAC/ARC, Mário Teixeira, e do vice-presidente da Associação Distrital de Atletismo de Coimbra (ADAC), Narcindo Cunha.

O vice-presidente da CMC começou por referir a importância que a autarquia atribuiu a esta prova. “É importante que se mantenha a tradição”, salientou o autarca. Carlos Cidade acrescentou que “é uma tradição na cidade, que depois de ter sido interrompida, por poucos anos, a CMC reativou, em parceria com a ADAC, e assumiu a responsabilidade de dar continuidade àquela que será a segunda mais antiga São Silvestre de Portugal”. O vice-presidente adiantou que “apesar de ser o último ano do protocolo de colaboração a CMC encontra-se disponível para manter esta parceria”.

Já o presidente da EAC/ARC, “esta parceria é um motivo de orgulho e de alegria por serem pessoas de Coimbra a organizar uma das melhores e maiores São Silvestres do país”. Luís Gaspar acrescentou que, “apesar de faltarem ainda dois dias para fecharem as inscrições, já contamos com mais de 1000 inscritos, mesmo apesar de ser um fim de semana bastante concorrido”. O presidente da EAC/ARC revelou várias novidades em relação ao itinerário desta edição: “o percurso vai ser mais curto. O centro comercial (Alma) vai ficar livre, para evitar o congestionamento do trânsito e a corrida vai passar na Avenida Fernão Magalhães”. Outra das novidades consiste na “entrega de prémios para equipas mais numerosas que cheguem ao fim da prova. Temos registado cada vez mais pessoas a correr em grupos e queremos incentivá-los”, destacou. “A prova vai ter mais qualidade e mais atletas de elite”, assegurou Luís Gaspar.

Mário Teixeira divulgou que no setor masculino irão participar quatro atletas de elite, sendo que dois são do Sporting (Miguel Borges e Samuel Freire) e outros tantos do Benfica (Nuno Lopes e Ricardo Dias). “No setor feminino, a prova contará com a participação de Carla Martinho,  do Recreio Desportivo de Águeda, e de Solange Jesus, do Sporting, esperando-se ainda a confirmação de mais um nome”, adiantou Mário Teixeira.

À semelhança de outras edições haverá a Mini São Silvestre que é aberta aos escalões mais novos, desde os infantis até aos juvenis. Esta prova conta com um percurso entre 800 a 3500 metros, de acordo com a idade dos participantes. Proporciona “uma oportunidade única dos mais novos participarem nos eventos da cidade”, concluiu Mário Teixeira.

A terminar a conferência, o vice-presidente da ADAC agradeceu a “colaboração imprescindível da CMC” e referiu que “tem-se verificado um crescimento quantitativo e qualitativo no atletismo no concelho”. “Ficamos disponíveis para continuar a participar, nos próximos anos, nesta parceria”, concluiu Narcindo Cunha.

Na conferência estiveram ainda presentes dois ex-vencedores da São Silvestre de Coimbra, Mário Teixeira, vencedor em 2012, e Hermano Ferreira, vencedor em 2016.

A 40.ª São Silvestre de Coimbra inclui uma corrida principal (cerca de 9 km), uma Caminhada e uma Mini São Silvestre, ambas com aproximadamente 5 km. O evento será apadrinhado por Carlos Lopes, antigo atleta do Sporting e vencedor da maratona nos Jogos Olímpicos de 1984, tornando-se o primeiro português a ser medalhado com o ouro nesta prova.

Com partida e chegada na Rua Infanta D. Maria, a São Silvestre reúne festa e competição, atletas federados e o cidadão comum que apenas pretende praticar exercício. Trata-se de um evento que contribui para o desenvolvimento desportivo do concelho e que é relevante para a projeção turística e desportiva de Coimbra, nomeadamente como forma de promoção do desporto, da atividade física e da própria cidade, considerando que se prevê uma grande participação de atletas oriundos de todo o país, e alguns estrangeiros, com benefício para a economia de toda a região centro. O trajeto volta a passar pela Baixa de Coimbra, contribuindo também para promover esta área da cidade que o Município pretende revivificar. 

                                                     

Programa

Sexta feira 29 de dezembro

15:00 - 20:00 - Abertura do Secretariado no Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia.

                       Entrega de Dorsais/Chips (São Silvestre e Caminhada).

Sábado 30 de dezembro

10:00 - 13:00 – Abertura do Secretariado no Pavilhão Multidesportos Dr. Mário Mexia.

14:30 - 16:30  –  Entrega de Dorsais/Chips (São Silvestre e Caminhada).

16:30 – Mini São Silvestre de Coimbra (Organização da ADAC).

18:30 – Partida da São Silvestre.

18:31 – Partida Caminhada.

19:30  ­– Entrega de Prémios.

 

40.ª São Silvestre Cidade de Coimbra

 

Partida da Rua Infanta D. Maria, Rua D. Manuel I, Rua General Humberto Delgado, Rua Combatentes da Grande Guerra, Rua do Brasil, Avenida Emídio Navarro, Avenida Fernão Magalhães, Rua Dr. Manuel Rodrigues, Rua da Sofia, Rua Olímpio Nicolau Rui Fernandes, Avenida Sá da Bandeira, Rua Oliveira Matos, Rua Castro Matoso, Alameda Dr. Júlio Henriques, Rua dos Combatentes da Grande Guerra, Rua General Humberto Delgado, Rua D. Manuel I e chegada à Rua Infanta D. Maria.