Evolução do Judo em Portugal discutida em Coimbra

A Federação Portuguesa de Judo comemora este fim de semana, em Coimbra, o seu 58º aniversário e o Dia Mundial do Judo, através da realização do IV Congresso Nacional da modalidade, que se iniciou esta manhã. Ao início da tarde, os congressistas foram recebidos na Câmara Municipal de Coimbra (CMC) pelo vereador Carlos Cidade.

O IV Congresso Nacional de Judo começou hoje. Na cerimónia inaugural, estiveram presentes o vereador da CMC, Carlos Cidade, o presidente do Congresso, António Martins Borrego, o presidente da Federação Portuguesa de Judo, Jorge Fernandes, o presidente do Comité Paralímpico de Portugal, José Lourenço, o presidente do Comité Olímpico de Portugal, José Manuel Constantino, o presidente do Kodokan Judo Institute, Haruki Uemura, em representação da Federação Internacional de Judo, o presidente da Associação Britânica de Judo, George Kerr, que tem a maior graduação do judo (10º Dan) e Mário Muzas, presidente da Federação de Judo da Galiza.

Na abertura da cerimónia, o vereador Carlos Cidade salientou que “é uma satisfação muito especial para a Câmara Municipal de Coimbra, poder acolher este Congresso, depois de se ter deixado de realizar durante alguns anos”. “Creio que é uma homenagem que a Federação Portuguesa de Judo faz à própria cidade e a todos os que trabalham nesta atividade”, acrescentou.

Para concluir, o vereador destacou que a CMC “está empenhada em fazer mais e melhor”, acrescentando que o apoio ao judo “irá continuar a ter correspondência por parte da Câmara Municipal”.

Com o tema “A evolução do Judo em Portugal nos Primórdios do Séc. XXI”, o IV Congresso Nacional de Judo (que já não se realizava desde 2004), pretende ser um espaço de diálogo, discussão e reflexão sobre as grandes questões do judo nacional.

Ao início da tarde, os participantes no IV Congresso Nacional de Judo, organizado pela Federação Portuguesa da modalidade, foram recebidos na CMC pelo vereador Carlos Cidade. Nesta cerimónia, a CMC agraciou o presidente do Kodokan Judo Institute, Haruki Uemura, e o presidente da Federação Portuguesa de Judo, Jorge Fernandes.