Novo relvado sintético do Sanjoanense Atlético Clube estreado hoje

O Campo da Caparrota, do Sanjoanense Atlético Clube (SAC), estreou hoje um novo relvado sintético, com uma partida amigável entre a formação local e o Montemorense. Uma intervenção de 239 mil euros, financiada pela Câmara Municipal de Coimbra (CMC) através da assinatura de um contrato programa com o clube, no dia 2 de julho, depois da aprovação do Executivo, por unanimidade, na reunião de 20 de junho de 2017.

“Este campo é uma terra de semeadura, onde, pelo desporto, começando de tenra idade, todos podem ser, no futuro, cidadãos melhores – o desporto é uma forma de educar - esta é a ideia que nos anima”, afirmou Manuel Machado alguns minutos antes do jogo de futebol.

Dirigindo-se ao vereador do Desporto da CMC, Carlos Cidade, que ali estava ao seu lado, o presidente do Município destacou: “Sentimo-nos orgulhosos porque a palavra dada foi honrada. Pagos os impostos, a obra realizada, estamos hoje a celebrar a entrada em funcionamento de um novo tempo para este sítio que, algures, já não me lembro quando, assinei uma escritura de compra do terreno para este objetivo.”

“Com o esforço dos voluntários, da direção do sanjoanense, dos associados, dos atletas, estamos aqui para declarar aberto o novo campo de futebol do sanjoanense, com as devidas condições para a prática do desporto e para que estes jovens tenham um futuro bom. Desejo os maiores êxitos a todos os atletas, treinadores e dirigentes”, concluiu Manuel Machado.

A tarde de hoje contou ainda com a presença do vereador da CMC Jorge Alves. Por seu turno, o presidente do clube, Paulo Coutinho, destacou o apoio dos voluntários que têm ajudado em vários melhoramentos que estão a ser efetuados no Campo da Caparrota e à Câmara Municipal de Coimbra, nas pessoas de Manuel Machado e Carlos Cidade. Também a intervenção do presidente da Junta e Freguesia de São João do Campo, José Luís Pimenta, ficou marcada pela emoção.

A partir de hoje, os atletas do SAC já podem contar com um novo relvado sintético para a prática desportiva de futebol. Uma requalificação que o clube chegou a candidatar ao financiamento da Federação Portuguesa de Futebol, no âmbito do projeto desta de melhoria de infraestruturas desportivas para clubes não profissionais, mas não foi contemplada com qualquer verba. A CMC assumiu, assim, as despesas com essa intervenção, à semelhança do que tem vindo a fazer com outras associações desportivas concelhias, nomeadamente as que se dedicam ao futebol.

O objetivo da autarquia passa por uma aposta clara no desporto concelhio, procurando dotar todo o município de infraestruturas modernas e adequadas para a prática desportiva, neste caso, de futebol, e oferecendo condições semelhantes aos clubes que desenvolvem essa modalidade.

Com esta intervenção, o SAC passa a dispor de melhores condições para a prática do futebol, podendo apostar no crescimento do número de praticantes no clube e evitando também a deslocação desses da sua área de residência para outros clubes de fora do concelho de Coimbra, deslocação essa que vinha a acontecer devido à falta de um relvado sintético em São João do Campo.