O presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, destacou hoje a necessidade de conhecer e aplicar os saberes das pessoas que vivem mais anos. O autarca falava, em Coimbra, na sessão de encerramento das III Jornadas Técnicas Residências Montepio, este ano subordinadas ao tema "Reabilitação - Pontes com a sociedade".

Manuel Machado começou por recordar o projecto ageing@coimbra, que envolve a CMC e outras instituições "de estudo e aplicação do envelhecimento ativo". Segundo o autarca, "é importante estudar as questões do envelhecimento, mas também os saberes que as pessoas mais idosas têm para que elas possam contribuir para o desenvolvimento das nossas sociedades".

O autarca identificou o "isolamento" como "uma das coisas mais graves com que a sociedade atual se depara". Um problema que a CMC tem procurado combater, por exemplo, com atividades culturais em que os mais jovens e os mais idosos interagem. A possibilidade de todas as franjas da sociedade terem acesso aos autocarros dos SMTUC, por um custo comedido, foi também citada como um factor de socialização, convívio e mobilidade.

Manuel Machado enalteceu ainda o trabalho desenvolvido pelas Comissões Sociais de Freguesia no apoio aos idosos. Recordando também a sua qualidade de presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, Manuel Machado afirmou: "A nossa preocupação comum é que os nossos concidadãos vivam condignamente nas nossas comunidades, vilas, aldeias e cidades – desgraçadamente, com responsabilidades acrescidas por estes dias", numa referência aos graves incêndios que recentemente afectaram várias zonas do país e com grande incidência no distrito de Coimbra.

Manuel Machado recordou ainda um "ilustre" presidente da CMC em 1925, Bissaya Barreto, para concordar com a filosofia de que é importante tratar de cada pessoa, mas é também importante tratar da sociedade.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), o fumo proveniente dos incêndios possui elevados níveis de partículas e toxinas que podem ter efeitos nocivos a nível respiratório, cardiovascular e oftalmológico, entre outros. Os principais sintomas incluem irritação nos olhos, nariz e garganta, tosse persistente, sensação de falta de ar, dor ou aperto no peito e fadiga.

Neste contexto, a DGS recomenda:

• Evitar exposição ao fumo, mantendo-se dentro de casa, com janelas e portas fechadas, em ambiente fresco. Ligar o ar condicionado, se possível, no modo de recirculação de ar.

• Evitar atividades ao ar livre;

• Evitar a utilização de fontes de combustão dentro de casa (aparelhos a gás ou lenha, tabaco, velas, incenso, entre outros);

• Utilizar máscara/respirador (N95) sempre que a exposição for inevitável;

• Manter a medicação habitual (se tiver doenças associadas, como asma e doença pulmonar obstrutiva crónica - DPOC) e seguir as indicações do médico perante o eventual agravamento das queixas;

• Manter-se informado, hidratado e fresco.

 

Para mais informações, ligue para o SNS 24 (808 24 24 24) ou consulte www.dgs.pt.

Em caso de emergência, ligue 112.

A Meia Maratona de Coimbra - Corrida do Conhecimento realiza-se no próximo dia 22 de outubro, a partir das 10h30 - uma coorganização da GlobalSport e da Câmara Municipal de Coimbra (CMC). O evento conta com três provas: Meia Maratona (21 km), Mini Maratona (10 km) e Caminhada (5 km), e é a sexta etapa do circuito Running Wonders – Meias Maratonas em Patrimónios Mundiais.

No âmbito da organização da prova, serão efetuados condicionamentos de trânsito e estacionamento, nos dias 21 e 22 de outubro.

Condicionamentos de trânsito

 Data

Hora

Evento

Modalidade

Local

Organizador

20 a 21 Out

9h00 às

19h00

XVI Convenção Mundo Hidro

Natação

Fitness

Hidroterapia

Centro Olímpico de Piscinas Municipais

Câmara Municipal de Coimbra/Mundo Hidro

21 Out

11h00

União 1919 vs Académica/OAF

Campeonato Distrital Infantis fut 7

Futebol

Campo Municipal da Arregaça

Associação de Futebol de Coimbra

21 Out

14h00

Académica vs Cascais Water Polo

Jogo particular feminino

Polo Aquático

Piscinas Municipais Luís Lopes da Conceição, S. Martinho do Bispo

Federação Portuguesa de Natação

21 Out

14h30

Académica vs Lousanense

Campeonato Distrital de Sub18 masc.

Basquetebol

Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia

Associação de Basquetebol de Coimbra

21 Out

15h00

Académica vs C.R. Évora

Campeonato Nacional da Divisão de Honra (Fase Regular)

Râguebi

Estádio Municipal de Taveiro

Federação Portuguesa de Rugby

21 Out

15h00

União 1919 vs C.D. Pedrulhense

Campeonato Distrital Juniores “A”

Futebol

Campo Municipal da Arregaça

Associação de Futebol de Coimbra

21 Out

15h00

CAD vs ASSCR Gumirães “B”

Campeonato Sub14 masc.

Basquetebol

Pavilhão Ass. Pereiros, Marco dos Pereiros

Federação Portuguesa de Basquetebol

21 Out

16h00

Académica vs Cascais Water Polo

Campeonato Nacional da 1.ª Divisão

Polo Aquático

Piscinas Municipais Luís Lopes da Conceição, S. Martinho do Bispo

Federação Portuguesa de Natação

21 Out

16h00

Torneio de Abertura de Natação

Natação

Piscinas Municipais Rui Abreu, Pedrulha

Associação de Natação de Coimbra

21 Out

16h30

Olivais vs Quinta dos Lombos

Campeonato Nac. Liga feminina

Basquetebol

Pavilhão Eng.º Augusto Correia, Olivais

Federação Portuguesa de Basquetebol

21 Out

16h30

Académica vs ASSCR Gumirães “A”

Campeonato Sub16 masc.

Basquetebol

Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia

Federação Portuguesa de Basquetebol

21 Out

18h00

Académica vs Albicastrense

Camp. Nac. 2.ª divisão zona 2 1.ª fase

Andebol

Pavilhão 1 Estádio Universitário

Federação Portuguesa de Andebol

22 Out

9h30

Torneio de Abertura de Natação

Natação

Piscinas Municipais Rui Abreu, Pedrulha

Associação de Natação de Coimbra

22 Out

10h30

IV Meia Maratona de Coimbra

Atletismo

Partida Porta Férrea

Chegada Av. Navarro

Câmara Municipal de Coimbra/GlobalSport

22 Out

11h00

Académica/SF vs Leixões

Camp. Nac. Juvenis 1.ª fase série B

Futebol

Campo de Santa Cruz

Federação Portuguesa de Futebol

22 Out

11h00

Eirense vs Vigor da Mocidade

Camp. Nac. Iniciados 1.ª fase série C

Futebol

Campo do Vale do Fojo, Eiras

Federação Portuguesa de Futebol

22 Out

15h00

Lordemão vs Clube Condeixa

Campeonato Distrital 1.ª Divisão masculino

Futebol

Campo Municipal da Arregaça

Associação de Futebol de Coimbra

22 Out

16h00

C.S. S. João vs UPC Chelo

Camp. Nac. 2.ª divisão série D

Futsal

Pavilhão Centro Social S. João, Pé de Cão, S. Martinho do Bispo

Federação Portuguesa de Futebol

 

XVI Convenção Mundo Hidro: A “Mundo Hidro” desenvolve, desde 2009, em parceria com a Câmara Municipal de Coimbra, a Convenção Internacional de Fitness Mundo Hidro, no Centro Olímpico de Piscinas Municipais. Este ano, a XVI Convenção Mundo Hidro irá realizar-se nos dias 20, 21 e 22 de Outubro e carateriza-se por variadas formações, workshops e master classes dirigidos aos profissionais do desporto e educação física,  incidindo sobre as áreas de formação do fitness aquático e terreste. É expetável que a realização da parte aquática deste evento traga ao Centro Olímpico de Piscinas Municipais entre 400 e 450 participantes. A formação em termos de fitness terrestre irá realizar-se no Pavilhão Desportivo da ESEC.

Associação Académica de Coimbra vs Clube de Rugby de Évora: A disputar o Campeonato Nacional da Divisão de Honra fase regular de Râguebi, a AAC recebe o Évora, no Estádio Municipal de Taveiro, pelas 15h00 do dia 21 de outubro.

Associação Académica de Coimbra vs Cascais Water Polo: Jogo de polo aquático, a contar para o Campeonato Nacional da 1.ª Divisão, entre a AAC e o Cascais, a 21 de outubro, pelas 16h00, nas Piscinas Municipais Luís Lopes da Conceição.

IV Meia Maratona de Coimbra: Realiza-se a 22 de outubro, pelas 10h30, na cidade de Coimbra, numa coorganização da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) e da GlobalSport. Com partida do Largo da Porta Férrea e chegada na Avenida Navarro, o evento engloba Meia Maratona, na distância de 21,095 km, Mini Maratona (10 km) e Caminhada (5 km).

A Meia Maratona de Coimbra - Corrida do Conhecimento realiza-se no próximo dia 22 de outubro, a partir das 10h30 - uma coorganização da GlobalSport e da Câmara Municipal de Coimbra (CMC). O evento conta com três provas: Meia Maratona (21 km), Mini Maratona (10 km) e Caminhada (5 km), e é a sexta etapa do circuito Running Wonders – Meias Maratonas em Patrimónios Mundiais.

Ontem, em conferência de imprensa, o diretor do departamento de cultura, turismo e desporto da CMC, Francisco Paz, e o diretor executivo da prova, Paulo Costa, apresentaram a corrida, no Pavilhão Municipal Multidesportos Mário Mexia.

Francisco Paz afirmou que “esta é uma boa forma de promover o património”. Como disse, “há muita gente a correr e por isso este evento é importante”. “Com esta corrida, o Município tem como principal interesse promover a cidade a nível nacional”, explicou Francisco Paz. “Queremos que a prova cresça”, concluiu.

Por seu turno, Paulo Costa referiu que “esta é também uma boa forma de conhecer o património da UNESCO”. Como explicou, “a corrida vai ter atletas de nível nacional, o que prestigia a prova, havendo mesmo alguns que querem vir a Coimbra bater os seus records pessoais”.

Os principais candidatos aos 21 km da Corrida do conhecimento são António Pedro Rocha, Bruno Paixão, Paulo Gomes e Rui Teixeira, no lado masculino, e Carla Martinho e Inês Monteiro, no setor feminino. Paulo Costa não deixou de sublinhar o importante papel da caminhada solidária, em que metade da receita das inscrições irá ser doada a instituições de solidariedade social de Coimbra.

O diretor executivo da prova referiu ainda que este ano a mesma irá ser acompanhada por cinco ciclistas com desfibrilhadores, para prevenir eventuais emergências. “Este é um projeto de sustentabilidade total, que tem como missão transmitir hábitos saudáveis, daí ter sido escolhida a cor verde”, disse Paulo Santos, apontando para o cartaz da prova.

A corrida, que prevê atingir os seis mil participantes, conta novamente com o apoio da TVI/TVI 24 que fará várias reportagens a partir de Coimbra.

A prova partirá da Universidade, situando-se a meta no Parque Verde do Mondego. O trajeto foi pensado de forma a minimizar perturbações ao nível de trânsito.

As inscrições podem ser feitas aqui até quinta-feira. Depois deste dia, quem se quiser inscrever pode dirigir-se ao secretariado da prova que este ano está instalado no Museu da Ciência da Universidade de Coimbra.


Edital 103/2017 - Eleições Autárquicas de 1 de Outubro de 2017 - Instalação dos Orgãos Autárquicos Quadriénio 2017/2021

A Feira de Artesanato Urbano, realizada pela Câmara Municipal de Coimbra, está a atrair uma enchente à Baixa da cidade. O evento, que decorre até às 18h30 deste sábado, no eixo pedonal que liga o Largo da Portagem à Rua Visconde da Luz, tem vindo a resultar numa cada vez mais expressiva movimentação de pessoas.

Cerca de uma centena de expositores voltam a conferir um maior colorido às principais artérias da Baixa. O público acedeu ao convite da autarquia, usufruindo da animação que a sua programação cultural propõe, e que se repete no segundo sábado do mês.

No ano em curso, as Feiras de Artesanato Urbano voltam a realizar-se nos dias 11 de novembro e 9 de dezembro.

O Parque Dr. Manuel Braga está a registar uma enchente de visitantes de todas as idades devido à 14.ª edição da Exposição de Espantalhos, que continua durante esta tarde de sábado, até às 17h30.

Organizado pela Câmara Municipal de Coimbra, o certame, emprestou um colorido diferente a este jardim público da cidade. Ali se deslocaram várias famílias, pelas propostas recreativas para os mais pequenos. As vivências de expressão cultural popular constituíram outro motivo de satisfação, também para os mais velhos, remetendo-os para a memória coletiva de outros tempos.

Além da presença de um vasto e diversificado conjunto de espantalhos, o Parque Dr. Manuel Braga está transformado num espaço “campestre”, dando mais colorido aos tons outonais. Jogos tradicionais, atividades com gado asinino, a presença de um carrocel rústico e animação musical, fazem a delícia de todos os presentes.

As propostas lúdicas com gado asinino, a cargo da Associação Para o Estudo e Proteção do Gado Asinino (AEPGA), foram um forte motivo de atração de público de palmo e meio à iniciativa. Uma “Aula do Burro” (entre as 10h00 e as 11h00 e das 14h30 às 15h30) pretende sensibilizar o público para a importância da preservação do Burro de Miranda do Douro, dando a conhecer o seu ciclo de vida: o que come, a quantidade de água que bebe, quais os cuidados de que necessita para o seu bem-estar, as suas principais características e as utilizações que as pessoas lhe conferem.

Os passeios de burros (das 11h30 às 12h30 e também entre as 16h00 e as 17h00) permitem constatar, junto das camadas juvenis, que esta espécie é muito afável, terna e paciente. Mais do que um meio de transporte, o burro será o companheiro de viagem das crianças, na descoberta do Parque Dr. Manuel Braga.

O espaço acolhe 56 participantes, em representação de diversas instituições e associações de caráter social e cultural de Coimbra que divulgam a sua atividade, tendo como mote o espantalho. Participam entidades concelhias de índole folclórica, etnográfica e agrícola, instituições de carácter social, com valências de creche, jardim-de-infância, ATL e idosos e o Estabelecimento Prisional de Coimbra.

A animação do evento ainda integra, hoje, as seguinte atividades:

14h00 | GrupoTiroliro, da Aposénior

15h00 | Grupo de Gaiteiros da Associação Cultural, Arte e Recreio de Condeixa

16h00 | Banda Filarmónica da Associação Recreativa e Musical de Ceira

Todo o dia:

Jogos Tradicionais (jogo do burro, pião, arco, malha, latas, roleta)

Aula do Burro e passeios (Associação para o Estudo e Proteção do Gado Asinino)

Carrocel rústico (infantil)

O Ciclo “Coimbra (t)em Poesia”, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra, regressa à Casa da Escrita (Rua Dr. João Jacintho, n.º 8), no próximo dia 19 de outubro, pelas 18h15, com uma sessão da Oficina de Poesia, protagonizada por Graça Capinha, professora da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra (FLUC).

SINOPSE | A Oficina de Poesia (1996-2013) foi um curso livre, um projeto (dentro de um projeto coletivo maior, CES/FCT) e uma revista (Oficina de Poesia. Revista da Palavra e da Imagem - FLUC, Reitoria da UC e CES, 1997-2013), com sede na Universidade de Coimbra e alguma presença e intervenção na cidade.

A Oficina de Poesia realizou, ao longo da sua existência, múltiplos workshops de escrita criativa e leituras de poesia em infantários, escolas primárias, escolas do 2.º e 3.º ciclos, escolas secundárias, cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) e em bibliotecas, de norte a sul do país, tendo inclusive realizado, também, estas atividades em prisões, centros educativos e hospitais (com crianças doentes oncológicas). A Oficina de Poesia colaborou ainda com o Centro para o Estudo das Artes de Belgais, dirigido pela pianista Maria João Pires, de que resultou a assinatura de um protocolo com a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

Muitos dos que a integraram, ao longo dos anos, possuem, hoje, vários livros de poesia editados e alguns prémios conquistados. Foi pioneira na introdução da escrita criativa em Portugal, sobretudo, numa vertente experimental – e resistiu dezassete anos.

Deste projeto, que acolheu e integrou elementos de todas as áreas do conhecimento (do interior e do exterior da Universidade), desde as línguas e literaturas modernas à filosofia, passando pela psicologia, a sociologia e as ciências da educação, até à engenharia, à medicina e farmácia, ao direito, à matemática e à física, às artes e à economia resultou, também, uma cadeira de opção, na Faculdade de Letras, denominada "Poética e Escrita Criativa".

Na essência da Oficina de Poesia, o discurso poético foi sempre entendido como um discurso do conhecimento marginalizado e como uma prática de cidadania: um trabalho de intervenção sobre a linguagem do senso-comum, e uma responsabilidade de interferir na ordem do mundo, sobretudo na ordem do mundo daqueles que nunca foram expostos ao discurso poético.

 

Graça Capinha é professora auxiliar do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas (DLLC), Secção de Anglo-Americanos, na FLUC, e investigadora sénior do Centro de Estudos Sociais-Laboratório Associado (CES).

Tem lecionado em vários cursos de licenciatura, mestrado e doutoramento no domínio da literatura, da poética e da poesia contemporâneas, bem como da escrita criativa.

Foi Investigadora Responsável dos Projetos Coletivos "Novas Poéticas de Resistência: O Séc. XXI em Portugal" (FCT/CES - 2011) e "Emigração e Identidade" (JNICT/CES - 1997), participando na equipa de investigação de vários outros projetos, dentro e fora de Portugal, sobre poesia e poética, poesia e ciência, e poesia da emigração.

Entre 1991 e 1999, esteve ligada ao Poetics Program, da State University of New York (SUNY at Buffalo), aí tendo trabalhado com alguns nomes da teoria L=A=N=G=U=A=GE. De 2001 a 2002, foi docente de Poética em vários cursos interartes intensivos no Centro para o Estudo das Artes de Belgais.

Coorganizadora dos "Encontros Internacionais de Poetas" da FLUC (1992/5/8 e 2001/4/7/10) dirigiu, durante anos, a Oficina de Poesia. Revista da Palavra e da Imagem (FLUC, Reitoria da UC e CES, 1997-2013). Cocoordenadora da série "Literatura e Artes" da Coleção CES/Almedina.

A iniciativa tem entrada livre.