Exposição “Mais Amor, Por Favor” até 6 de abril na Sala da Cidade

A vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra, Carina Gomes, inaugurou esta tarde a exposição “Mais Amor, Por Favor”, que conjuga a pintura de Paula Gouveia com a escultura de Carlos Ramos. A mostra estará patente na Sala da Cidade dos Paços do Município, com acesso pela Rua Olímpio Nicolau Rui Fernandes, até ao próximo dia 6 de abril, e pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 13h00 às 18h00, e a entrada é livre.

Carina Gomes elogiou a qualidade da exposição e destacou que é uma “honra” receber estas obras, ainda mais tendo em consideração a particularidade de Paula Gouveia ter nascido em Coimbra.

Por seu turno, os artistas agradeceram à Câmara Municipal pela oportunidade e apoio para poderem expor em Coimbra e destacaram o prazer que é terem as suas obras patentes na Sala da Cidade.

Paula Gouveia nasceu em Coimbra, em 1970, e reside em Lisboa onde exerce a sua atividade profissional. Concluiu a pós-graduação em Moda, na Paris American Academy - École de Beaux Arts et Mode, em Paris, e o Mestrado em Design e Arquitetura de Interiores, na Escola Superior de Artes Decorativas, na FRESS - Fundação Ricardo Espírito Santo e Silva, em Lisboa. Tem experiência e formação consolidada nas áreas de Design de Moda e Arquitetura de Interiores. No âmbito das Artes Plásticas é uma autodidata, mas a sua obra tem sido amplamente elogiada e incentivada pelo meio artístico. Já realizou numerosas exposições individuais e coletivas, em Portugal e no estrangeiro onde está representada em várias coleções privadas e públicas. 

Carlos Ramos nasceu em Lisboa, em 1960, e tem uma vasta obra nas áreas do design gráfico e medalhística. Participou, pela primeira vez, numa exposição de escultura em 1996, na Galeria de Arte do Casino do Estoril e, desde então, tem participado em exposições coletivas e individuais, em Portugal e no estrangeiro estando representado em diversas coleções públicas e privadas. É autor de cenografia, adereços e máquinas de cena para várias companhias de teatro e colabora com a Companhia Nacional de Bailado, na pintura do pano de boca de cena, pintura do guarda-roupa, recuperação de adereços e joalharia. Colaborou no filme realizado por Álvaro Queiroz – “O artista no seu atelier”, Acervo da Cinemateca Portuguesa. Obteve o Prémio Aquisição ANJE – Associação Nacional da Jovens Empresários, Porto e uma Menção Honrosa, no âmbito do IV Prémio Edinfor de Escultura.