Coimbra vai ser capital mundial da magia de 18 a 23 de setembro

Coimbra vai ser a capital mundial da magia, de 18 a 23 de setembro, com mais uma edição dos Encontros Mágicos – Festival Internacional de Magia de Coimbra. Um evento organizado pela Câmara Municipal (CM) de Coimbra e produzido pela Luís de Matos Produções Lda., que vai trazer à cidade, nesta sua 22ª edição, 20 artistas internacionais, oriundos de países como a Alemanha, a Argentina, o Chile, a Coreia do Sul, a Eslovénia, a Espanha, a França, a Inglaterra, a Itália, o Japão, o Peru, a Rússia e Portugal, que protagonizarão um total de 127 espetáculos. O evento foi hoje apresentado pela vereadora da Cultura da CM Coimbra, Carina Gomes, e pelo mágico Luís de Matos, numa conferência de imprensa que decorreu no Salão Nobre dos Paços do Município.

A magia está de volta às ruas de Coimbra já a partir de terça-feira, dia 18 de setembro. Um evento “único, pelas suas características e pela sua dimensão internacional”, nas palavras da vereadora da Cultura, Carina Gomes, que recordou que este é o festival de magia mais antigo do país. Os espetáculos vão decorrer, como já é habitual, em ruas e praças do centro da cidade, mas também em espaços ao ar livre de cinco freguesias e uniões de freguesia do concelho. “Este ano Santo António dos Olivais, Eiras e S. Paulo de Frades, Santa Clara e Castelo Viegas, S. Martinho de Bispo e Ribeira de Frades e, por último, Souselas e Botão”, adiantou Carina Gomes, esta tarde, na conferência de apresentação do evento.

A vereadora da Cultura da CM Coimbra realçou “a componente solidária, e a mais marcante, dos Encontros”, destacando os espetáculos previstos para o Hospital Pediátrico, o Instituto Português de Oncologia e o Estabelecimento Prisional de Coimbra. A autarca destacou ainda o espetáculo “Magia na Escuridão”, realizado pelo mágico chileno Juan Esteban Varela e dirigido a invisuais ou a quem queira experienciar de olhos vendados, que volta a estar incluído na programação deste ano, pelo sucesso que teve o ano passado.

Luís de Matos desafiou mesmo os jornalistas a assistirem a este espetáculo de magia e perceberem a realidade de quem não vê. Uma experiência, considerou o mágico, “inacreditável, emocionante e reveladora”.

Ambos referiram também as aulas de magia, que continuam nesta edição, e realçaram uma novidade na programação deste ano: uma aula de magia dirigida a crianças com necessidades especiais, que vai decorrer no sábado, 22 de setembro, pelas 12h00, na Casa Municipal da Cultura. “Este é um festival inclusivo, para todos os públicos. O nosso lema é precisamente levar os Encontros Mágicos ao maior número de pessoas possível e ao público mais diversificado”, considerou Carina Gomes.

E o programa é “excecional”, reforçou Luís de Matos. “São 20 artistas mundiais, de uma qualidade notável. Nós procuramos escolher os melhores, entre os que estão disponíveis”, avançou Luís de Matos, adiantando que, este ano, vai estar presente, por exemplo, o mágico espanhol que venceu, na categoria Mentalismo, o Campeonato Mundial de Magia 2018, que decorreu na Coreia do Sul.

A 22.ª edição dos Encontros de Magia de Coimbra volta, como o ano passado, a ter um pré-programa na Figueira da Foz, já no próximo sábado e no domingo. Também se repete a união dos Encontros Fotográficos aos Encontros Mágicos, o que traz a Coimbra mais de uma centena de fotógrafos de todo o país no sábado, dia 22 de setembro, com o intuito de fotografarem os espetáculos que decorrem, a partir das 10h00, um pouco por toda a cidade.

As duas Grandes Galas Internacionais dos Encontros, nas noites dos dias 21 e 22, terão lugar, à semelhança do que sucedeu o ano passado, no Convento São Francisco, pelas 21h30.  Os bilhetes para as galas internacionais, os únicos espetáculos que não são gratuitos dos Encontros de Magia, estão à venda na bilheteira do Convento São Francisco, BOL e lojas FNAC.

O programa e toda a informação sobre os Encontros Mágicos 2018 pode ser consultada na página do evento, em www.encontrosmagicos.pt. Luís de Matos apelou a todos os presentes para divulgarem este site, bem como a página do Facebook e do Instagram do evento e o hastag #encontrosmagicos, para o público do evento que “não tem contacto direto com os espetáculos”, mas que vê tudo o que se passa através dos media e das redes sociais.