Toquinho encantou Convento São Francisco com música popular brasileira

O grande auditório do Convento São Francisco vibrou com a música popular brasileira de Toquinho. Os sons virtuosos da viola do compositor brasileiro encantaram a plateia.

A comemoração dos 50 anos de uma carreira maravilhosa, recheada de belíssimas histórias – algumas reveladas durante o espetáculo –, transportaram o público numa viagem única. Tudo começou no ano de 1959, no limiar da Bossa Nova. A maneira transformadora de João Gilberto interpretar "Chega de saudade", com a sua inusitada batida de violão estimulou Toquinho a aprender a tocar o instrumento. Iniciou a carreira profissional na década de 1960 ao lado de grandes nomes da música popular brasileira como Tayguara, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gal Costa e Paulinho da Viola. Em 2009 realizou um dos seus sonhos: cantar com Andrea Bocelli. Ao longo dos últimos anos, Toquinho tem feito apresentações constantes por várias capitais e cidades brasileiras em concertos de diferentes formatos.

O concerto do violista contou com a participação do pianista, cantor e compositor, João Ventura, formado e mestre pela UFBA, doutorando pela UNL - Universidade Nova de Lisboa; do instrumentista e compositor brasileiro com mais de 30 anos de carreira, Nailor Proveta, e da irreverente cantora Goiana, Camilla Faustino.

Nascido em São Paulo, Brasil, a 6 de julho de 1946, com o nome de Antonio Pecci Filho, na infância a mãe chamava-o de “meu toquinho de gente”. E o apelido Toquinho permaneceu, identificando-o depois como um dos mais expressivos artistas da música popular brasileira.