Inscrições para prémio de fotojornalismo Estação Imagem de 1 a 31 de março

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) é o novo parceiro oficial do Prémio Estação Imagem, o concurso destinado ao fotojornalismo e único na Península Ibérica. A par do concurso, o município é também a entidade coorganizadora do Festival de Fotojornalismo que decorre em paralelo na cidade de Coimbra, de 17 a 21 de abril. As inscrições para o concurso desta edição decorrem de 1 a 31 de março, em www.estacao-imagem.com.

A cidade do Mondego volta a afirmar-se como referência no calendário internacional da fotografia, não só pela presença das destacadas figuras do mundo da imagem que compõem o júri do concurso, mas também pelo conjunto de exposições, projeções, conferências e workshops que vão animar a cidade durante os dias do concurso. O júri permanece em Coimbra durante cinco dias para deliberar e apreciar as reportagens apresentadas a concurso. O ponto alto é a cerimónia de anúncio e entrega de prémios, que terá lugar no Convento São Francisco, no dia 21 de abril.

Santiago Lyon, presidente do World Press Photo 2013 e atual director de conteúdos editoriais da Adobe, é o presidente do júri desta nona edição do Prémio Estação Imagem. Os outros membros são Sara Naomi Lewkowicz, fotojornalista americana reconhecida pelo seu trabalho sobre violência doméstica e famílias LGBTQ e já vencedora de dois World Press Photo, Marco Longari, fotojonalista da AFP responsável pela fotografia no continente Africano, e Tanya Habjouqa, fotógrafa documental especializada no Médio Oriente e também vencedora de um World Press Photo.

Para esta edição do concurso, cujas inscrições decorrem de 1 a 31 de março, em www.estacao-imagem.com, há mais dois prémios a juntar aos já habituais. Por um lado passa a haver duas bolsas, já que se mantém a Bolsa Estação Imagem Viana do Castelo, que assim se junta à Bolsa Estação Imagem 2018 Coimbra; por outro, junta-se o novo Prémio Europa, apoiado pela Representação em Portugal da Comissão Europeia.

Como novidade surge também a abertura do concurso a candidaturas de estudantes finalistas dos cursos de fotografia, que assim se juntam aos fotojornalistas portugueses, dos PALOP e da Galiza, bem como aos estrangeiros aí residentes, aos quais está aberto o concurso.

Tendo a CMC como novo parceiro oficial, e coorganizador do Festival de Fotojornalismo, o município de Viana do Castelo mantém o apoio à realização da Bolsa sobre o Minho e ao Prémio Noroeste Peninsular. A Turismo Centro de Portugal, a Casa da Imprensa, a Agência Lusa, a Fundação Joana Vasconcelos, o Banco Santader-Totta e a Representação em Portugal da Comissão Europeia são também patrocinadores dos prémios, cujo regulamento pode ser consultado em: http://www.estacao-imagem.com/pt/premio/2018/regulamento.

A partir de 17 de abril, Coimbra vai acolher sete exposições de fotojornalistas de prestígio internacional em vários locais da cidade, bem como conferências, workshops, projecções de documentários, slideshows, e ainda um mercado do livro de fotografia. Todas as exposições ficarão patentes até final de Maio.

Dedicado ao fotojornalismo, o Prémio Estação Imagem é não só único na Península Ibérica como um dos raros que se realizam em todo o mundo focados na reportagem fotojornalística, sendo atribuído por escolha do júri entre todos os trabalhos apresentados a concurso nas diversas categorias: Notícias; Vida Quotidiana; Assuntos Contemporâneos; Ambiente; Série Retratos; e Desporto. Juntam-se ainda o Prémio Europa, este ano com o tema “Geração Erasmus, a Europa em Nós”; e o Prémio Noroeste Peninsular, desta vez sobre “As Pontes Que Nos Unem”. A par da atribuição das bolsas Estação Imagem 2018 Coimbra e Viana do Castelo, o júri escolhe ainda a Fotografia do Ano.