Exposição de João Vaz de Carvalho até dia 8 de abril no Convento São Francisco

“Histórias por contar” é o título da exposição de ilustração e pintura de João Vaz de Carvalho que está patente, até ao próximo dia 8 de abril, na Galeria Pedro Olayo (filho) do Convento São Francisco (CSF). A abertura da mostra aconteceu durante a tarde de ontem e contou com a presença do artista e da vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Carina Gomes. A exposição reúne um conjunto de trabalhos do reconhecido ilustrador português, realizados pontualmente entre 2009 e 2017, na sua maioria produzidos de forma independente e sem um tema predefinido.

São ilustrações que João Vaz de Carvalho foi produzindo no espaço que tinha livre entre uma e outra exposição e que agora decidiu reunir para realizar a mostra “Histórias por Contar”. “A ilustração hoje em dia já não está só ligada à imprensa, ao público infantil ou peças de banda desenhada, portanto eu desenvolvi sempre o meu trabalho pessoal, autónomo, independente. Não preciso de um pretexto ou argumento para fazer os trabalhos. Esta exposição tem precisamente trabalhos produzidos dessa forma, pontualmente, entre outras exposições que fui realizando. São histórias minhas que fui fazendo ao longo do tempo e daí o título ‘Histórias por contar’”, explicou o autor.

A exposição abriu ontem ao público na Galeria Pedro Olayo (filho) do CSF. “É uma honra recebê-lo aqui, a si e à sua obra. Espero que a exposição esteja efetivamente ao seu gosto, pelo que vi está muito bonita. E é também uma satisfação integrar esta exposição no programa da Coimbra BD, que vai decorrer de 8 a 11 de março”, afirmou a vereadora da CMC. “Tenho a certeza que vai ser um sucesso. Segundo me informaram, já temos uma série de visitas marcadas com escolas. Portanto, também por esta via vamos mostrar o seu trabalho, incentivando as crianças a terem contacto com esta forma artística. Espero que gostem. A casa é vossa”, concluiu Carina Gomes.

João Vaz de Carvalho agradeceu a oportunidade a Carina Gomes e à CMC. “Isto para mim foi uma verdadeira surpresa. A sala é magnífica e fico honrado por ter tido esta oportunidade”, afirmou.

“Histórias por contar” pode ser visitada até dia 8 de abril de 2018, todos os dias entre as 15h00 e as 20h00. A entrada é gratuita. A exposição tem um programa de visitas guiadas para grupos, escolas e outras instituições, mediante marcação.

 

Mais informação:

João Vaz de Carvalho (Fundão, 1958) trabalhou em Coimbra, na oficina do Mestre Vasco Berardo, no início dos anos de 1980. Mais tarde, já em Lisboa, dedica-se em exclusivo à pintura e, depois, também à ilustração. Desde então, tem participado em exposições individuais e coletivas, bem como em feiras de arte contemporânea em Portugal e no estrangeiro. Enquanto ilustrador, tem colaborado com muitos títulos da imprensa portuguesa. Ilustrou dezenas de livros com textos de autores como Roberto Parmegianni, Claudio Hochman, Agnès de l’Estrade, Adélia Carvalho, João Manuel Ribeiro e Luísa Ducla Soares, entre outros. Tem títulos publicados em Portugal, Espanha, França, Itália, Suíça, Inglaterra, China e Brasil.

As inconfundíveis figuras humanas de João Vaz de Carvalho têm conquistado diversos prémios, entre os quais se destacam o 1º Prémio Ilustrarte (Portugal, 2005), 1º Prémio Tapirulan (Itália, 2011), 1ºPrémio Caricatura World Press Cartoon (Portugal, 2011), Communication Arts Award of Excellence (Estados Unidos da América, 2012), White Ravens (Alemanha, 2013), Grand Prix of The Golden Pen of Belgrade Award (Sérvia, 2013), Hiii Illustration Jury Award (China, 2015), Applied Arts Photography & Illustration (Canadá,  2017 Winner), Creative Quarterly  Winner (Estados Unidos da América em 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017).

Tem ainda realizado projetos em áreas distintas que vão desde a cerâmica, com peças assinadas para a Vista Alegre Atlantis e Spal, até ao desenho de marionetas para teatro.