"Para Lá do Trópico de Câncer", de Clotilde Fava, exposta no Edifício Chiado

"Para Lá do Trópico de Câncer" é o nome da exposição de pintura  de Clotilde Fava que foi inaugurada, este sábado à tarde, na Galeria de Exposições Temporária do Museu Municipal  -  Edifício Chiado, e que contou, para além da pintora, com a presença do presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, e da vereadora da Cultura,  Carina Gomes.

Manuel Machado, que deu início à sessão, referiu “a componente multicultural exposta, com sentires e olhares diversos”. “Este é um impulso, um estímulo e um convite para que todos possam ver, olhar, sentir, pintar ou recriar”, disse o autarca, agradecendo à pintora ter escolhido Coimbra para mostrar o seu trabalho. 

Clotilde Fava começou por agradecer o à CMC, prosseguindo depois com uma explicação sobre a exposição. “Trago África, embora não seja de África, sou de Lisboa, mas vivi muitos anos em Angola e amo aquela terra”, explicou a artista.

Nascida em Lisboa em 1941, Clotilde Fava concluiu o curso de Escultura da Escola Superior de Belas Artes de Lisboa em 1962. Em Luanda, onde viveu entre 1964 e 1975, dedicou parte do seu percurso à cerâmica, tendo criado murais em diversas instituições bancárias locais, além de uma escultura em bronze. Entre 1979 e 1985 a artista enveredou pela tapeçaria.

Clotilde Fava é membro da Sociedade de Belas artes de Lisboa da Cooperativa Árvore do Porto e de Círculo de Bellas Artes de Madrid.

A obra da artista destaca-se essencialmente na pintura, uma área em que expõe regularmente desde 1984, tendo já realizado mais de meia centena de exposições individuais e quase quatro dezenas de exposições coletivas. A sua obra que está em várias colações particulares, já pode ser vista em França, Espanha, China, Cabo Verde, Inglaterra, Alemanha, Argentina e Itália. 

A pintura de Clotilde Fava inspira-se essencialmente nas mulheres africanas, evidenciando tons quentes, que imprimem aos seus trabalhos natural influência da sua passagem pelo continente africano.

Esta exposição, com entrada livre, pode ser vista na Galeria de Exposições Temporária do Museu Municipal  -  Edifício Chiado (sito na rua Ferreira Borges, n.º 85),  até 8 de abril, de terça a sexta-feira das 10h00 às 18h00; aos sábados das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Encerra aos feriados e domingos.