Ministro da Cultura visita exposição da Bienal no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova

O ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, visitou, esta tarde, o Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, onde está patente ao público parte das exposições da Anozero - Bienal de Arte Contemporânea de Coimbra.

Acompanhado pelo presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, pela vereadora da Cultura da CMC, Carina Gomes, pelo diretor do Centro de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC), Carlos Antunes, pelo curador da Bienal, Delfim Sardo, e pela vice-reitora da Universidade de Coimbra (UC), Clara Almeida Santos, entre outras personalidades, Luís Castro Mendes visitou as várias exposições patentes no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova.

A segunda edição da Anozero prolonga-se até 30 de dezembro e tem como tema “Curar e Reparar”. Este evento ocupa, para além do Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, espaços no Colégio das Artes, na Maternidade Bissaya Barreto e na antiga Igreja do Convento São Francisco. A bienal é uma organização conjunta do CAPC, CMC e UC.

Durante a manhã, Luís Castro Mendes visitou o Convento São Francisco, onde teve lugar uma reunião de trabalho com Manuel Machado e Carina Gomes.