Gala Internacional de Magia - Um espetáculo memorável no Convento São Francisco

O grande auditório do Convento São Francisco (CSF) lotou, ontem à noite, para ver a primeira Gala Internacional de Magia, inserida na 21.ª edição dos Encontros Mágicos. O público pôde contemplar um espetáculo contemporâneo, realizado por alguns dos melhores mágicos do mundo, que foram muito além do artista de cartola que faz aparecer lencinhos e pombas. Um espetáculo vanguardista, de alta qualidade, que fez o público do auditório vibrar.

Luís de Matos, que apresentou toda a Gala, convidou o presidente da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Manuel Machado, e a vereadora da Cultura, Carina Gomes, a subiram ao palco, onde recordaram um pouco da história destes 25 anos do Festival Internacional de Magia de Coimbra (começaram em 1992, tiveram algum tempo de interregno e nunca mais pararam).

Manuel Machado começou por explicar a origem dos Encontros Mágicos. “Tudo começou há 25 anos, quando fui desafiado a organizar um Festival de Magia em Coimbra”, afirmou o edil, garantindo que apesar de alguns céticos não acreditarem, houve quem arriscasse. Para o presidente da CMC, “o Luís de Matos é um grande impulsionador e responsável pelo que veio a seguir, mantendo sempre a memória e as raízes”. “É uma iniciativa ganha, foram importantes para Coimbra os Encontros Mágicos e também para a magia como arte, que passou a ser considerada (…) como expressão de cultura”, sublinhou Manuel Machado.

Por seu turno, Carina Gomes destacou a responsabilidade que é dar continuidade aos Encontros Mágicos. "É uma grande responsabilidade continuar este legado (…) fantástico (…), que é hoje um dos pontos altos da agenda cultural da Câmara Municipal de Coimbra”, comentou. “Na terceira semana de setembro (…) toda a gente já sabe que a cidade se enche de mágicos”, e, “é verdadeiramente uma alegria ver o sorriso na cara das pessoas na rua, no IPO, na prisão, no Hospital Pediátrico, em todo o lado por onde vocês passam”, apreciou Carina Gomes.

James More, do Reino Unido; Dandy Punk, dos Estados Unidos da América; Kayto, de Espanha; Enzo Weyne, de França; Raymond Crowe, da Austrália; Luís de Matos, de Portugal; e Aaron Crow, da Bélgica; foram os mágicos que entusiasmaram um público que aplaudiu de uma forma entusiástica (e ruidosa) toda a gala no auditório do CSF.

Não perca, hoje, a oportunidade de assistir, em direto na RTP 1, a partir das 21h00, à Gala Internacional que se realiza hoje, com início pelas 20h45 (bilhetes esgotados). Os Encontros Mágicos – 21.º Festival Internacional de Magia de Coimbra são organizados e financiados pela Câmara Municipal de Coimbra, cabendo a produção à Luís de Matos Produções.