Magia foi a São Martinho do Bispo encantar plateia de todas as idades

Os Encontros Mágicos passaram ontem, ao final da tarde, pela Praceta Padre Júlio Marques, em São Martinho do Bispo, encantando e deslumbrando, com humor à mistura, as várias dezenas de crianças e idosos presentes. Uma sessão que contou também com a presença do presidente da União de Freguesias de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, Jorge Veloso. 

A 21.ª edição dos Encontros Mágicos - Festival Internacional de Magia de Coimbra prossegue até ao dia 24 de setembro, não apenas no centro urbano, mas também em freguesias do concelho. São 127 espetáculos, com 19 mágicos de 13 países, que transformam Coimbra numa cidade ainda mais mágica.

Cerca de 40 idosos oriundos do Centro de Convívio Sénior - Pólo de Formação Profissional, da Geração Irresistível, que se encontra sediado na Casa do Povo de São Martinho do Bispo, e também do Centro Social São João, vibraram com os truques e as ilusões dos mágicos. Um sentimento partilhado pelas cerca de 40 crianças da Escola Básica de São Martinho do Bispo, situada ali ao lado, que vieram assistir à Magia na Região.

Esta edição dos Encontros Mágicos volta a levar sessões de magia às freguesias do concelho. Uma iniciativa da CMC, que teve início na 19.ª edição dos Encontros Mágicos, em três uniões de freguesias, e que, devido ao seu êxito, prosseguiu e foi ampliada nestas duas últimas edições, com cinco freguesias.

Uma medida que Jorge Veloso considera “ótima”. “Os idosos, as crianças, toda a gente gosta de magia, desta fantasia toda”, apreciou o presidente da União de Freguesias de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades. 

Nesta edição dos encontros, e depois da presença na União de Freguesias de São Martinho do Bispo e Ribeira de Frades, os espetáculos de magia chegarão ainda amanhã à Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais. A 21.ª edição dos Encontros Mágicos - Festival Internacional de Magia de Coimbra conta, mais uma vez, com a organização e financiamento da Câmara Municipal de Coimbra, ficando a sua produção a cargo da Luís de Matos Produções.