Antiga igreja do Convento São Francisco acolheu concerto de B Fachada de tributo a Zeca Afonso

A antiga Igreja do Convento São Francisco (CSF) recebeu, na noite desta sexta-feira, um concerto de B Fachada de tributo a Zeca Afonso, no ano em que se assinalam 30 anos do seu desaparecimento físico. Muitos admiradores incondicionais de Zeca escutaram Bernardo Cruz Fachada, cantautor e multi-instrumentista, entoar o “trovador do povo”. 

B Fachada interpretou alguns temas imortais do autor, num concerto no âmbito da homenagem, promovida pela Câmara Municipal de Coimbra, a José Afonso (falecido em Setúbal, a 23 de fevereiro de 1987), realizada em diversos espaços da cidade. Uma exposição (até 4 de setembro na Casa Municipal da Cultura), uma conferência, uma mesa redonda, uma visita guiada e ainda um concerto no grande auditório do CSF (hoje, 21h30, com Vitorino e Ricardo Ribeiro), também integram o programa evocativo.

Um contributo para perpetuar o irreverente e incansável artista, músico e lutador, bem como recordar a obra escrita, falada e cantada que fez de José Afonso uma personalidade incontornável da nossa história.

O concerto homenageou Zeca, cujo género musical de que foi um dos mais fortes cultores e impulsionadores alcançou dimensão universal. Uma referência obrigatória para todos os criadores ou simples apreciadores de música, figura ímpar para todos os portugueses e modelo de inspiração da cultura musical coimbrã.