34 mil euros em apoios pontuais ao associativismo cultural

O executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) analisou e aprovou, na sua reunião do passado dia 24 de julho, seis candidaturas a apoios ao Associativismo Cultural para Atividade Pontual. Cinco candidaturas foram por unanimidade, tendo o apoio ao Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra sido aprovado por maioria, com a abstenção de dois vereadores da oposição (um do CPC e um do PSD). Com a aprovação destas candidaturas a CMC irá apoiar em mais 34.000 euros o associativismo cultural.

Uma das propostas agora aprovada prevê atribuir 1500 euros à A2C2 – Associação de Amigos do Conservatório de Coimbra para realizar o evento musical Cores de Outono das Quintas do Conservatório 2017, a decorrer entre outubro e dezembro de 2017. 1500 euros é também o montante previsto atribuir ao GAAC – Grupo de Arqueologia e Arte do Centro para que este concretize a Comemoração dos 150 anos de Camilo Pessanha (nascimento), a realizar no próximo dia 7 de setembro, num evento em que a CMC será coorganizadora.

Outro processo ascende a 2000 euros, destinados ao GEFAC – Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra para apoio à produção e edição do DVD relativo ao espetáculo De Novo Mar, inserido no programa de celebração dos 50 anos do GEFAC, que estreou nos dias 7, 8 e 9 de abril, no Teatro da Cerca de São Bernardo.

Por seu turno, o Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra solicitou 8000 euros para levar ao palco a II Noite do Fado e da Canção de Coimbra, a realizar no próximo dia 17 de novembro, no grande auditório do Convento São Francisco (as receitas de bilheteira revertem para a CMC). Esta proposta foi aprovada com a abstenção de dois vereadores da oposição (um do CPC e um do PSD).

Já a XXXII Reposição da Feira das Cebolas regressa entre os próximos dias 12 e 19 de agosto, na Praça do Comércio. Neste caso, o executivo municipal decidiu atribuir 1000 euros em apoio financeiro e 5299,95 euros em apoio logístico ao grupo folclórico Os Camponeses de Vila Nova.

Por último, foi analisada e aprovada a atribuição de 20.000 euros ao Círculo de Artes Plásticas de Coimbra (CAPC) como apoio à realização da bienal de arte contemporânea Anozero’17, evento de que a CMC é coorganizadora. O montante destina-se, nomeadamente, à edição de um livro de Alberto Carneiro e à realização de um conjunto de conferências, no Convento São Francisco, subordinadas ao tema Curar e Reparar: boas práticas de reabilitação. Apresentação de casos de estudo.