Novo modelo de apoio às artes apresentado no Convento São Francisco

A apresentação do novo modelo do Governo de apoio às artes decorreu ontem de manhã, no Convento São Francisco, com a presença do secretário de Estado da Cultura, Miguel Honrado, da diretora Regional de Cultura do Centro, Celeste Amaro, da diretora-geral das Artes, Ana Paula Varandas, e do coordenador científico que realizou o estudo, do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES) do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, Soares Neves.

A sessão foi bastante participada e contou com a presença de cerca de uma centena de agentes culturais do concelho e da Região de Coimbra, entre os quais a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Coimbra (CMC), Carina Gomes.

Estes encontros tiveram início terça, em Lisboa e em Faro, e ontem passaram por Coimbra e pelo Porto. Decorrem no âmbito do processo de revisão do modelo de apoio às artes, que teve início em fevereiro. Nessa altura foi realizada uma auscultação ao setor, desenvolvida pelo CIES/ISCTE, e deu origem ao estudo denominado “Posicionamento das Entidades Artísticas no Âmbito da Revisão do Modelo de Apoio às Artes”. Depois de uma ronda pelo país, na qual foram ouvidas 317 entidades, num total de 531 pessoas, seguiu-se o lançamento de um inquérito sobre o novo modelo de apoio às artes, tendo sido coordenado pelo CIES. 

Ao mesmo tempo abriram-se duas linhas de financiamento às artes, num montante total de 2,5 milhões de euros, que têm em vista o apoio a projetos e o reforço dos planos de atividades artísticas durante o ano de 2017.