III Grande Noite do Fado e da Canção de Coimbra na quinta-feira no Convento

Cientes do êxito que constituíram a primeira e a segunda edição da Grande Noite do Fado e da Canção de Coimbra, o Coro dos Antigos Orfeonistas e o Município de Coimbra promovem, no dia 4 de outubro de 2018, pelas 21h30, no Grande Auditório do Convento São Francisco, a III Grande Noite do Fado e da Canção de Coimbra.

O projeto pretende dar o seu contributo para demonstrar e consolidar as potencialidades do Fado, da Guitarra e da Canção de Coimbra.

Na última metade do século XX, os cultores do Fado de Coimbra fizeram uma clara evolução do fado clássico para a balada ou mesmo para um estilo de canção ligeira, onde se destacam, sobretudo, os nomes de Adriano Correia de Oliveira (este só como intérprete) e José Afonso (como autor, compositor e intérprete).

Após ter passado um período de quase inexistência, no pós-25 de Abril, o Fado de Coimbra ressurgiu com o reatar das tradições académicas, mas num primeiro momento não saindo da forma mais clássica.

Hoje, podemos dizer que se assiste, em relação ao Fado de Coimbra, a um movimento semelhante àquele que já assistimos relativamente ao Fado de Lisboa, com intérpretes como Mariza, Ana Moura, António Zambujo ou Cristina Branco que, para além da guitarra portuguesa e da viola, introduziram percussão, teclas, contrabaixo e outros instrumentos no acompanhamento, dando-lhe uma roupagem muito mais rica e que tanto sucesso tem alcançado, tanto em Portugal como no estrangeiro.

É justamente neste contexto que se pretende mostrar o que de melhor se faz com o Fado e com a Canção de Coimbra nos seus mais diferentes estilos, desde o mais progressista ao mais conservador.

Pretendeu-se, tal como nas edições anteriores, apresentar, por um lado, o Fado de Coimbra na sua pureza original, com a presença de grupos que efetuarão a interpretação de temas clássicos que vão desde o Fado Hilário até aos dias de hoje e, depois, as várias tendências para novas propostas, desde os arranjos de fados e baladas para o Coro, com vários acompanhamentos instrumentais até aos grupos recentemente criados que apresentam visões interpretativas próprias do Fado, da Guitarra e da Canção de Coimbra, ao qual também incluem novos instrumentos.

Na edição de 2018, pretende-se marcar fortemente a presença feminina, quer seja na abordagem da Guitarra de Coimbra, com Marta Pereira da Costa, quer seja no canto do Fado e da Canção de Coimbra, com a voz de Catarina Moura. Pretende-se, ainda, tal como nas edições anteriores, apresentar um espetáculo assente na diversidade estilística do género do Fado de Coimbra que proporcione ao público momentos de alegria e de cada vez maior aproximação a um valor musical único.

O espetáculo conta com a participação dos seguintes grupos/artistas:

- Marta Pereia da Costa 

- Catarina Moura

- Fado Hilario - Grupo de Fados 

- Trilhos, Novos Caminhos da Guitarra Portuguesa

- Coro dos Antigos Orfeonistas.

Informações Adicionais

Bilheteira do Convento São Francisco

Horário de Funcionamento: diariamente entre as 15h00 e as 20h00

Telefone: 239 857 191

Email: bilheteira@coimbraconvento.pt

Preços

De 5€ a 7€