A exuberância e hipnotismo de Ney Matogrosso no Convento São Francisco

Ney Matogrosso vem ao grande auditório do Convento São Francisco, na próxima quarta-feira, apresentar o seu mais recente trabalho, intitulado “Atento aos Sinais”. Este disco resulta da gravação em estúdio do projeto com o mesmo nome, que o músico estreou ao vivo, em fevereiro de 2013. Numa performance exuberante e hipnótica, o artista brasileiro mergulha de cabeça num repertório sem concessões, recusando, como sempre, enveredar pelo caminho mais fácil. 

Muito premiado e celebrado pelo público, “Atento aos Sinais” é uma superprodução que conta com Sacha Amback na direção musical. O espetáculo é pop, urgente, com músicas de compositores consagrados, como Caetano Veloso e Paulinho da Viola, mas que também abre espaço à criação musical emergente, incluindo temas de Criolo, banda Zabomba, do alagoano Vítor Pirralho, Dan Nakagawa e dos cariocas do Tono. 

O encontro com novos compositores é uma característica que distingue o trabalho do músico e que pode acontecer de muitas formas. Como conta Ney Matogrosso: “Muitos me procuram, vão aos shows e me entregam letras, discos gravados. Outros conheço através da internet. Sempre acho que numa dessas posso encontrar coisas interessantes, como tenho encontrado.”

“Atento aos Sinais” apresenta uma seleção de temas míticos da música brasileira como “Rua da passagem (Trânsito)”, uma parceria de Lenine com Arnaldo Antunes, e “Incêndio”, do repertório da extinta banda Urge, que confere a este espectáculo um carisma muito especial. 

Tecnicamente é um espetáculo ambicioso que recorre com ousadia à projeção de imagem, à iluminação e figurinos. De acordo com o artista trata-se da maior produção de que já fez parte, sublinhando a qualidade da iluminação que confere ao espetáculo “uma luz de rock’n’roll”. 

A digressão do espetáculo “Atento aos Sinais” já passou por diversas cidades brasileiras, pela Argentina, Uruguai e também por países europeus, contabilizando mais de 200 apresentações. Depois de uma primeira passagem por Portugal, o espetáculo regressa agora ao nosso país. 

No próximo dia 14 de junho, Ney Matogrosso traz ao grande auditório do Convento São Francisco um espetáculo que o músico define como uma aproximação aos seus tempos da banda Secos & Molhados e, sobretudo, um “show pop”.

 

NEY MATOGROSSO

Convento São Francisco | grande auditório

14 Junho | 21h30

M/6 | 80 min

Bilheteira

Cadeiras de Orquestra: 40 euros

Plateia: 35 euros

Balcão: de 25,50 a 30 euros