CMC acolhe Cena Lusófona no edifício da Ala Central do Antigo Colégio das Artes

O executivo da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) aprovou, por unanimidade, na sua reunião de segunda-feira, uma proposta para a cedência à Cena Lusófona – Associação Portuguesa para o Intercâmbio Teatral (Cena Lusófona) de espaços do edifício da Ala Central do Antigo Colégio das artes, para que aquela entidade os utilize no desenvolvimento da atividade que constitui a sua missão e que é de interesse para o Município. 

A proposta prevê a celebração de um Contrato de Comodato pelo prazo de 5 anos, podendo ser autorizada, pela CMC, a sua renovação por igual período, mediante pedido fundamentado da Cena Lusófona, com 90 dias de antecedência sobre o seu termo.

Caso o Executivo Municipal concorde com a proposta apresentada, a Cena Lusófona, além de dar continuidade ao seu conjunto diversificado de projetos, que contempla, nomeadamente, formação, coproduções, circulação de espetáculos, infraestruturas teatrais, investigação, dramaturgias, debates e conferências, exposições, edições, programas interdisciplinares, programas institucionais e de cooperação, poderá manter e dinamizar, aberto ao público, o seu Centro de Documentação e Informação, especializado em dramaturgia e em artes cénicas dos países de língua portuguesa.

Recorde-se que a Cena Lusófona é uma associação sem fins lucrativos constituída por escritura pública de 18 de julho de 1996, estando registada como Organização Não Governamental de Cooperação para o Desenvolvimento (ONGD) desde 1999.