Mostra de cinema coreano pode passar por Coimbra

A Mostra de Cinema Coreano, habitualmente realizada em Lisboa, poderá vir a ter exibição de filmes em Coimbra. Esta foi uma das propostas que o embaixador da República da Coreia do Sul em Portugal, Chul Min Park, dirigiu hoje ao presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Manuel Machado, durante o encontro entre ambos, que decorreu no gabinete do presidente do Município. O autarca aceitou de imediato a proposta do diplomata e propôs a projeção dos filmes no Convento São Francisco.

A reunião começou com Manuel Machado a descrever a história da cidade, passando depois para uma caracterização do seu contexto e caraterísticas atuais e de como as instituições de ensino superior transferiram conhecimento para o tecido económico, o que resultou, e resulta, no surgimento de empresas que dominam tecnologias de ponta e têm capacidade para se imporem nos mercados internacionais. Conforme a assessora para os Assuntos Económicos, Yunseon Yang, que serviu de intérprete no encontro, Chul Min Park comentou: “É uma honra ouvir a sua explicação tão detalhada; fico com uma imagem, em simultâneo, do passado e do presente de Coimbra.”

Tendo sido referido que Coimbra foi a primeira capital de Portugal, o diplomata propôs uma geminação com a cidade de Gyeongju, que também foi a primeira capital da Coreia do Sul - sugestão que mereceu a concordância de Manuel Machado.

Chul Min Park referiu ainda que, entre os cerca de 100 embaixadores existentes em Lisboa, se formou um grupo com cinco países do G20, representantes de outros tantos continentes: Coreia do Sul, México, Indonésia, Turquia e Austrália. O embaixador propôs que, numa próxima visita à Câmara Municipal de Coimbra, venham os diplomatas dos cinco países. “Tenho todo o gosto em receber-vos”, respondeu Manuel Machado. 

Chul Min Park convidou ainda o presidente do Município a visitá-lo na Embaixada da Coreia do Sul, em Lisboa. 

O encontro de hoje contou ainda com a presença do 2.º Secretário e Cônsul sul-coreano Minwoo Park.