CMC candidata aquisição de viaturas 100% elétricas para limpeza urbana a cofinanciamento

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) candidatou a compra de quatro viaturas elétricas de limpeza urbana e dois aspiradores (também com tração elétrica) ao cofinanciamento do Fundo Ambiental do Ministério do Ambiente. O custo total destes equipamentos é de 231.208 euros (IVA incluído) e o Município candidatou-se a um cofinanciamento de 39.745 euros. A operação inscreve-se na “Atribuição de apoio pelo Fundo Ambiental à substituição de veículos de serviço urbanos ambientais por veículos elétricos destinados à mesma utilização no âmbito da atividade desenvolvida pelas Autarquias”.

Este reforço de meios integra-se na estratégia de requalificação ambiental do Centro Histórico – Alta e Baixa – onde estes veículos e equipamentos serão utilizados para melhorar o sistema de recolha de resíduos, com repercussão direta na imagem do espaço público. Quer pela dimensão reduzida, quer pela ausência de emissão de CO2 e baixos níveis de ruído, estes veículos mostram-se adequados às características físicas e humanas daquelas zonas, que justificam especial atenção e cuidado.

A compra de veículos 100% elétricos representa evidentes benefícios para o meio ambiente, com a CMC a contribuir para a diminuição da poluição ambiental e sonora no miolo da cidade, além da inerente poupança em combustível. Os quatro veículos dispõem de caixas de recolha de resíduos basculantes e, dois deles, apresentam sistemas de lavagem por alta pressão.

A candidatura ao cofinanciamento da aquisição destes veículos implicou ainda o abate de quatro viaturas de transporte de resíduos, a diesel, duas com 26 anos, uma com 24 e outra com 15. Além da idade avançada, apresentavam também quilometragens elevadas (uma delas tem 684.406 km), fatores que as tornavam mais poluentes.