(In)citação de 23 abril

«Sensíveis a uma expectativa de posse, os indivíduos alcandoram o livro; refratários a uma prática de descodificação de textos, remetem a leitura para últimas prioridades. Poderá, deste modo, concluir-se que o livro, muitos o querem; a leitura, muitos a enjeitam.»

Freitas, E. & Santos, Mª. L. L. dos (1992), in Hábitos de Leitura em Portugal. Inquérito Sociológico.


(Citação selecionada pela Escola Secundária de Jaime Cortesão)